Distribuidora de brinquedos: dicas para comprar e vender

por Americanas Marketplace

6 de março de 2023

Descubra as melhores dicas para se tornar ou encontrar uma boa distribuidora de brinquedos 

Se você quer criar uma loja de brinquedos online, um dos primeiros passos será encontrar uma distribuidora de brinquedos para garantir os seus produtos! E para te ajudar, separamos algumas dicas que vão potencializar sua jornada. 

Os brinquedos, sem dúvida, são os presentes favoritos da criançada. Segundo a Associação Brasileira de Fabricantes de Brinquedos (Abrinq), a indústria brasileira de brinquedos faturou R$ 7,8 bilhões em 2021, resultando em um aumento de 4% em relação ao ano anterior. 

E as expectativas da associação são altas para os próximos anos. Ou seja, oportunidades não irão faltar para quem deseja embarcar nesse universo e vender brinquedos. 

Além disso, nos últimos anos, o e-commerce abriu portas para que lojistas de várias regiões do Brasil começassem os seus negócios com mais agilidade e menos investimento. E esse novo modelo caiu no gosto de muitos brasileiros, que já usam a internet para comprar todo tipo de produto, inclusive brinquedos. 

De acordo com o Market Review da Bornlogic com a Opinion Box, 31% dos consumidores costumam comprar brinquedos e jogos pela internet. Entendeu o potencial desse mercado? 

Comece encontrando uma boa distribuidora de brinquedos

Se você deseja abrir uma loja dessa categoria, um dos primeiros passos será encontrar uma distribuidora de brinquedos, e essa tarefa exige mais atenção do que você imagina! Afinal, é por meio da sua distribuidora de brinquedos que você irá garantir a qualidade dos produtos, bons prazos de entrega e preços competitivos. 

Sendo assim, não tente acelerar esse processo e acompanhe as dicas que separamos para você:

1 – Comece fazendo uma pesquisa de mercado

Realizar uma boa pesquisa de mercado é o primeiro passo para você ficar por dentro de todas as tendências dessa categoria e do comportamento de compra dos clientes. 

Como você já tem um segmento definido, aproveite esse momento para conhecer profundamente a venda de brinquedos, principalmente no ambiente digital, e os costumes de compra do seu público – como eles se comportam na internet e quais são suas dores, expectativas e necessidades. 

Além disso, conheça muito bem seus concorrentes diretos. Essas lojas irão competir com você em sortimento e público, então é fundamental que você entenda como eles estão atuando para diferenciar o seu negócio e sair na frente.

Para analisar seus concorrentes, veja em quais produtos eles estão apostando, qual a precificação, como é o canal de venda deles e, claro, como é a experiência de compra oferecida.

2 – Pesquise por distribuidoras de brinquedos 

Hoje, a internet facilitou esse momento de busca por uma distribuidora de brinquedos, afinal, em poucos cliques você consegue encontrar diversas opções, próximas ou distantes do seu negócio. 

E falando em distância, o crescimento do e-commerce também permitiu que lojistas e fornecedores se conectassem para comprar e vender mesmo que distantes, o que facilita essa parceria entre empresas de diferentes estados, por exemplo. 

Porém, não se restrinja à pesquisa online. Busque também uma distribuidora de brinquedos que atue na região do seu estoque ou da sua loja. Isso porque quando você tem uma distribuidora mais próxima do seu negócio, você consegue reduzir custos com logística e até mesmo ter menos burocracia em caso de problemas ou imprevistos.

3 – Negocie as melhores condições de compra

Na hora de escolher uma distribuidora de brinquedos para atender o seu negócio, é importante que você tente negociar as melhores condições de compra. Assim, você consegue oferecer melhores condições na hora de vender também! 

Lembra que comentamos sobre encontrar uma distribuidora próxima do seu estoque? Pois, nesse caso, você consegue reduzir custos logísticos, como frete, e ainda negocia melhores prazos de entrega, agilizando o envio dos produtos. 

O preço dos brinquedos e as formas de pagamento oferecidas também são fatores que devem influenciar sua escolha e podem ser negociados com a distribuidora, já que esses fatores vão influenciar a precificação da sua loja e, consequentemente, o resultado das suas vendas e a sua margem de lucro

Quando você conta com uma distribuidora de brinquedos parceira, você consegue negociar as melhores condições de compra e, assim, é capaz de oferecer diferenciais na hora de vender, fazendo com que o seu negócio saia na frente da concorrência.

4 – Escolha a sua distribuidora de brinquedos

Chegou a hora de bater o martelo e escolher a sua distribuidora de brinquedos! Agora, você já deve ter uma seleção de finalistas para fechar essa parceria, não é mesmo?

Então, basta analisar alguns detalhes para garantir a segurança dos seus clientes e o sucesso do seu negócio. Confira fatores como:

  • Referências sobre a empresa 

Busque referências de outros clientes dessa distribuidora de brinquedos para saber mais detalhes sobre a experiência oferecida, e procure mais informações sobre a reputação da empresa, seja em sites de reclamação ou até mesmo nas redes sociais.

  • Selo do Inmetro

Antes de fechar com uma distribuidora de brinquedos, certifique-se de que todos os itens vendidos são licenciados pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

O instituto avalia os fabricantes de brinquedos e garante o selo àqueles que seguem as exigências, assegurando que os produtos são seguros para as crianças. Então, para garantir a confiabilidade dos seus clientes e a segurança de todos, é importante que você sempre invista sempre em produtos com esse certificado.

  • Indicação de idade 

Assim como o selo do Inmetro, a indicação de idade nos brinquedos é essencial para garantir a segurança das crianças. Então, ao comprar seus brinquedos, certifique-se desse detalhe, principalmente se você definiu uma faixa etária com a qual você quer trabalhar na sua loja. 

distribuidora de brinquedos - interna

Dicas para vender brinquedos 

Agora que você já definiu a sua distribuidora de brinquedos e tem os melhores produtos para a sua loja, é hora de colocar a mão na massa e realizar muitas vendas. 

Confira algumas dicas para mandar bem na venda de brinquedos:

Defina seus canais de venda 

Escolher a sua plataforma de venda deve ser o primeiro passo para começar o seu negócio. Hoje, a internet oferece diferentes canais para você anunciar e vender brinquedos. Por exemplo, você pode criar a sua própria loja online, anunciar em marketplaces ou até mesmo utilizar redes sociais como Instagram ou Facebook para vender. 

Independentemente da sua escolha, é importante que você pesquise bem todos os detalhes e responsabilidades que você terá como lojista em cada um desses canais para operar e vender da melhor maneira. 

Ofereça um conteúdo de qualidade 

Seja na sua plataforma de venda ou nas suas redes sociais, é importante que você invista em conteúdos de qualidade, que ressaltem os seus produtos e convençam o consumidor a comprá-los. 

Na sua plataforma, ao cadastrar os produtos, aposte em descrições bem detalhadas, que apresentem todas as informações do seu produto – como material, dimensão, cor, validade, entre outros dados que você considerar necessário. Para completar a sua vitrine online, use fotos de qualidade, sempre apostando em diferentes ângulos e mostrando a dimensão real dos produtos.

As redes sociais são perfeitas para impulsionar suas vendas e dar ainda mais visibilidade para a sua loja. Tendo elas como aliadas, você cria conteúdos mais personalizados, tem uma troca maior com o seu público e pode até coletar insights sobre o comportamento dos seus consumidores. 

Invista no atendimento ao cliente

Um bom atendimento é essencial para garantir uma melhor experiência de compra aos seus clientes. Sendo assim, estruture essa área do seu negócio para assegurar que qualquer dúvida dos seus clientes seja esclarecida com agilidade e clareza, tanto antes de finalizar a compra – o que pode ser definitivo para a decisão de compra do consumidor – quanto no pós-venda. 

Atente-se as regras de publicidade 

Além do selo do Inmetro, que garante a segurança dos brinquedos disponíveis na sua loja, ao divulgar os seus produtos, é essencial que você esteja por dentro de todas as regras relacionadas à publicidade infantil. 

Campanhas de marketing e outras divulgações de produtos devem sempre ser feitas dentro das regras determinadas nos seguintes instrumentos:

Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que determina que as crianças tenham seus direitos protegidos contra qualquer forma de exploração.

Código de Defesa do Consumidor (CDC), que determina que “é abusiva a publicidade discriminatória de qualquer natureza, a que incite à violência, explore o medo ou a superstição, se aproveite da deficiência de julgamento e experiência da criança”.

Entre outras resoluções determinadas pelo CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) e CONANDA (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente).

Anotou todas as dicas? Garanta uma boa distribuidora de brinquedos para o seu negócio e potencialize a sua loja de brinquedos com os melhores produtos. Boas vendas!

Leia também:

10 brinquedos atuais mais vendidos e 5 dicas para alavancar suas vendas

Comportamento de compra do cliente: 5 coisas para considerar

Monte sua loja virtual em 4 passos com o marketplace

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

iso 27001 - destaque

O que é a norma ISO 27001 e como implementar?

A norma ISO 27001: entenda seu papel na gestão da segurança da informação e saiba como implementar um sistema eficaz […]

cnae

CNAE: o que é e como incluir uma atividade econômica no CNPJ

CNAE: o que é e como incluir atividade econômica no seu CNPJ A CNAE é um padrão nacional para identificar […]

contrato de compra e venda - destaque

Contrato de compra e venda: como funciona e quais as garantias?

Conheça o contrato de compra e venda e saiba quando e como usá-lo em suas negociações O contrato de compra e […]