Como identificar um nicho de mercado para vender online?

por Americanas Marketplace

24 de maio de 2021

Identificar um nicho de mercado você consiga transitar bem e tenha um bom potencial é a melhor forma de iniciar seu negócio. Veja dicas!

Quando você vai planejar a sua loja, precisa decidir o que vai vender e para quem. Mesmo que você não saiba, pode estar definindo o seu nicho de mercado. E esse conceito é muito importante tanto para o seu plano de negócio quanto para o de marketing. 

E por mais que você o coloque em prática instintivamente, é essencial que saiba o que é um nicho de mercado e qual a sua finalidade e importância em um negócio. Assim, você conseguirá ser mais estratégico nas suas decisões ao vender online, uma vez que tudo começa pela definição do nicho.

No artigo de hoje, vamos te explicar o que é um nicho de mercado, por que ele é tão importante, além de te apresentar algumas ferramentas gratuitas que podem auxiliá-lo nesse processo.

Confira a seguir!

O que é um nicho de mercado

Nicho de mercado é uma segmentação ou recorte de um mercado ou de um público que tem necessidades específicas. Normalmente, esse grupo de consumidores, por algum motivo, ainda não é atendido pelo mercado. O que o torna, portanto, uma grande oportunidade para quem conseguir suprir essa falha.

É importante não confundir nicho com segmento. Enquanto este último é um recorte mais amplo, o nicho, como mencionado, trata de necessidades bem específicas. Por exemplo, você atua no mercado de produtos de beleza. Dentro dele existem alguns segmentos, como produtos para o rosto, para o corpo, para o cabelo… E cada segmento desse tem seus próprios nichos.

Um grupo que procura por produtos para passar no rosto que não são testados em animais forma um nicho. Assim como as pessoas que buscam por produtos capilares para cuidarem dos seus dreads, algo bem específico. 

Viu? Não é uma questão de ter uma necessidade (como cuidar da pele do rosto ou do cabelo). É que além desta necessidade maior, existem especificidades que vão recortando este grande grupo, em grupos menores. E esse grupo menor é o um nicho!

“Toda loja tem um nicho, então?”. Não, nem toda loja trabalha com um nicho de mercado. Muitas, focam nos segmentos, já que eles são mais abrangentes, atingem mais pessoas, o que ajuda a aumentar o alcance do seu negócio. E muitas vezes, essas lojas atendem uma gama grande de clientes, inclusive os que têm necessidades específicas. 

Por outro lado, quem trabalha com um nicho se destaca mais no mercado específico. É mais fácil um cliente entrar no site de uma marca de cosméticos que se intitula “livre de crueldade animal” e que usa isso no seu marketing para atrair esse público, do que entrar em uma grande loja de cosméticos para fazer essa mesma pesquisa. 

Além do fator destaque, também pode-se falar no quesito concorrência. Quem trabalha com nicho tem menos competidores, o que, consequentemente, o faz ganhar mais mercado. Mas por trabalhar com um grupo seleto e, às vezes, pequeno de clientes, é preciso estar sempre em busca de inovações, produtos diferenciados, algo que atraia a atenção para além da necessidade. Assim, é possível aumentar sua conversão. 

E lojas de nicho também podem estar presentes em plataformas generalistas, que alcançam um público maior e mais diverso, como um marketplace, por exemplo. Na B2W Marketplace, alguns lojistas que trabalham com nichos específicos, conseguem levar seus produtos a mais pessoas em todo território nacional graças a sua presença em um canal já consolidado no mercado.

Cadastre-se na B2W Marketplace e alcance seu público onde quer que ele esteja

Como se dividem os possíveis nichos 

Normalmente, a segmentação é feita de acordo com quatro principais características: geográfica, demográfica, psicográfica e comportamental.

Geográfica: levará em conta o país, estado e cidade onde a empresa está.

  • Salões de beleza > Salões de beleza na zona sul de São Paulo.
  • Loja de roupas femininas > Loja de roupas femininas em Belo Horizonte.

Demográfica: se baseia em características como gênero, idade, religião, renda e grau de instrução.

  • Loja de artigos religiosos > Loja de artigos para religiões de origem africana.
  • Academia > Academias voltadas apenas para mulheres.

Psicográfica: utiliza fatores como a personalidade, estilo de vida e valores do público para fazer a segmentação.

  • Cosméticos > Cosméticos que não testam em animais.
  • Restaurante > Restaurante de comidas veganas.

Comportamental: se valem dos hábitos de consumo, do comportamento dos clientes e do uso feito do produto para definir seu público.

  • Loja de artigos para natação > Loja de artigos para natação para nadadores profissionais.
  • Loja de cadeiras > Lojas de cadeiras para gamers.
nicho de mercado - interna

A importância do nicho de mercado

Como falamos, quando você decide trabalhar com um nicho e consegue defini-lo bem, fica mais fácil conseguir se destacar no mercado e agregar valor aos seus produtos. A sua concorrência é menor, o que requer menos investimento em marketing e em captura de clientes.

E ter essa definição ajuda em muitos pontos do seu negócio. Veja a seguir:

Ações estratégicas mais assertivas

Ao saber exatamente para quem você quer vender e o problema que o seu produto resolve na vida desse público, fica mais fácil planejar ações e estratégias de marketing mais assertivas. Não é à toa que dizem que conhecimento é poder. Ao conhecer o seu público, você precisa fazer menos testes e tentativas e vai optar por aquilo que é mais efetivo. Você saberá como, quando e onde se comunicar com sua audiência. 

Maior probabilidade de fidelização

Quando falamos em empresas pioneiras também falamos em fidelização. Todo o esforço feito para abrir espaço no mercado e aprender a trabalhar com um público específico é recompensado pelo fato do cliente ter a sua em mente quando pensa no nicho. 

E se você não for o pioneiro, pode trabalhar a fidelização por outros caminhos, como atendimento diferenciado, uma apresentação dos produtos mais personalizada para o seu público, ou oferecer uma experiência de compra incrível!

Mais assertividade nas parcerias e publicidade

Quando você tem um foco muito bem delimitado, fica mais simples identificar parcerias que podem funcionar ou não para o seu negócio e o seu público. Você já consegue mapear os influenciadores ou outras marcas que tenham os mesmos valores e sigam os mesmos princípios. 

É importante lembrar que públicos de nicho são exigentes e cobram para que as empresas realmente pratiquem seus valores e não seja algo apenas para fazer dinheiro. Por exemplo, uma marca de produtos que não faz testes com animais contratar uma influenciadora conhecida por sua coleção de casaco de pele é contraditório e certamente será um tiro no pé.

Como definir o seu nicho

Sabe o que é nicho de mercado? Entendeu a sua importância para o negócio? Então, que tal aprender as melhores técnicas e estratégias para definir o seu?

1 – Escolha o mercado e o segmento em que quer atuar

Para definir o seu ninho, comece pelo macro e vá afunilando. Sempre na direção: Mercado > Segmento > Nicho. Para te ajudar, faça pesquisas sobre os segmentos e possíveis nichos. Dessa forma, você terá mais garantias de que o nicho que está escolhendo faz sentido.

Algumas ferramentas gratuitas que você pode usar para realizar suas pesquisas:

  • Google Trends: é possível saber as tendências de busca de todo o mundo e  identificar assuntos sobre os quais o interesse está aumentando.
  • Ubersuggest: ferramenta para o planejamento de palavras-chave. Com ela, é possível ver quais os principais resultados apresentados para determinada busca
  • Redes sociais: oferecem inúmeras oportunidades para quem está no processo de definir um nicho de mercado, como os grupos do Facebook

2 – Identifique suas aptidões

Uma boa dica é trabalhar com assuntos sobre os quais você tenha um certo domínio e consiga se destacar entre os demais. Assim, você consegue apresentar diferenciais sem fazer grandes esforços e criar uma conexão maior e mais rápida com seu público.

Além disso, você terá muito mais autoridade para tomar decisões e para identificar o que seu público precisa. 

3 – Encontre um problema que você pode solucionar

Ao pensar em nicho, pensamos também em necessidades que ainda não foram atendidas completamente pelo mercado. Ou pelo menos, não de forma satisfatória. Pense quais existem e em como você e o seu negócio poderiam ser a solução para essa necessidade. 

4 – Avalie se sua ideia é viável

Nicho definido, chegou a hora de entender criar um negócio que solucione as dores dele seja viável, ou seja, economicamente sustentável. 

Para isso, você deve observar duas coisas: demanda e concorrência. Em geral, quanto maior a demanda, maior a concorrência e vice-versa. O ideal é que você encontre um ponto intermediário. Dessa forma, você deve encontrar um nicho para o qual ainda haja demanda, mas no qual a concorrência não seja tão grande.

5 – Faça uma análise da concorrência

Chegou a hora de olhar para quem já está no mercado. Quando falamos de nicho, o que os fornecedores tentam é entregar soluções inovadoras para o cliente. Por isso, olhe para empresas que disputam o mesmo público que você quer atingir, com opções semelhantes.

Tendências em nichos de mercado

A seguir, uma lista com nichos de mercado que tendem a estar em alta nos próximos anos. Talvez essa seleção te ajude a encontrar o seu! Confira:

  • Alimentação e bebidas gourmet
  • Alimentação orgânica, vegana ou restritiva
  • Assinaturas de produtos para conforto (como livros ou cervejas especiais)
  • B2B sustentável
  • Beleza a preços acessíveis
  • Beleza masculina
  • Customização
  • E-commerce com produtos que normalmente são encontrados em lojas físicas
  • Mercado de luxo para pets 
  • Moda para públicos específicos
  • Produtos focados na classe C
  • Produtos em doses individuais
  • Produtos para a terceira idade (que não os tratem como vovôs)
  • Produtos produzidos de maneira socialmente responsável
  • Produtos retrô e que evocam nostalgia

Escolher o nicho de mercado certo pode fazer toda diferença para o sucesso da sua empresa. Por isso, dedique-se à atividade, entenda seu público, suas necessidades e qual o melhor jeito para supri-las. E claro, como você pode fazer isso.

Leia também:

O que é marketplace?

7 erros mais comuns de quem vende nas redes sociais

10 dicas para um e-mail marketing impossível de ser ignorado

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

esg - destaque

O que é ESG? Entenda a importância e como adotar

Adotar práticas ESG não é apenas uma tendência corporativa, mas uma necessidade urgente para empresas que buscam sustentabilidade e responsabilidade […]

recrutamento - destaque

Recrutamento: quais os tipos mais comuns e como fazer?

O recrutamento e seleção de novos funcionários é uma etapa que todo empreendedor vivencia ou irá vivenciar. Mas é preciso […]

customer experience - destaque

Customer experience: o que é, importância e aplicação

O foco em customer experience ajuda a fidelizar seus clientes e melhorar a relação deles com a sua marca A […]