Oportunidades de negócio em Goiás para você empreender

por Americanas Marketplace

17 de fevereiro de 2022

Fique por dentro de todas as oportunidades de negócio em Goiás e veja como o Estado abre portas para o empreendedorismo

Você já pensou em ser dono do seu próprio negócio? As oportunidades de negócio em Goiás estão crescendo e trazendo um cenário cada vez mais propício para os empreendedores locais!  

 Em 2020, o número de brasileiros que pretendiam abrir uma empresa aumentou em 75% de acordo com a Global Entrepreneurship Monitor (GEM). Assim, empreender se tornou o segundo maior sonho dos brasileiros, ficando atrás apenas de viajar. 

E as oportunidades para começar a empreender estão em todo lugar! Claro que algumas cidades se destacam quando o assunto é incentivar o empreendedorismo, muitas vezes porque elas já possuem um ecossistema focado em inovação e negócios. 

De acordo com o Índice de Cidades Empreendedoras (ICE) 2020, realizado pela Endeavor, três dessas cidades estão localizadas em Goiás! O estudo rankeia apenas 100 cidades dentre as mais de 5.500 espalhadas por todos os Estados brasileiros e Goiânia, Anápolis e Aparecida de Goiânia estão na lista! 

A cultura empreendedora de Goiás 

Para chegar ao resultado final do ICE 2020, é levado em consideração sete pilares determinantes para o empreendedorismo, e um deles é a cultura empreendedora do local. As cidades goianas tiveram um maior destaque justamente nesse quesito!

Entre as 100 colocações, Goiânia ficou em 25º lugar, Aparecida em 26º e Anápolis em 31º, o que reforça o fomento ao empreendedorismo no Estado. 

Menos burocracia, mais potencial

Segundo um levantamento da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg), o número de empresas abertas no último ano superou o acumulado de 60 anos. 

Ao longo dos 12 meses de 2021, foram registrados 33.092 novos CNPJs, o que representa mais de 90 empresas abertas por dia e um crescimento de 27% em relação a 2020. Esses números ficam ainda mais surpreendentes quando comparamos com o acumulado entre 1941 e 2003, quando foram abertas somente cerca de 19 mil empresas.

Esse crescimento do empreendedorismo no Estado é um reflexo da modernização dos processos de abertura de empresa, que permitiu um sistema mais ágil e menos burocrático aos goianos. 

A cidade lidera o ranking nacional de agilidade na abertura de novas empresas. De acordo com Mapa das Empresas (Boletim do 2º quadrimestre de 2021), emitido pelo Ministério da Economia, Goiás fechou o período com uma média de tempo de 1 dia e 2h, uma queda de 38,1% em relação ao primeiro quadrimestre de 2021.

As oportunidades de negócio em Goiás 

Já em relação aos segmentos das novas empresas e as tendências mais promissoras para o Estado, podemos destacar a atuação de setores como o de construção civil e o comércio varejista, principalmente de roupas e acessórios, e alimentos e bebidas.

Assim, será possível notar um aumento no consumo de bens e serviços que estão diretamente relacionados às necessidades básicas das pessoas, como o comércio de alimentos

E com os brasileiros dando mais confiança às marcas e às compras online, não tem como falarmos sobre esses segmentos sem citar a forte atuação e o crescimento deles no e-commerce. 

oportunidades de negócio em goiás - interna

O crescimento do e-commerce regional 

De acordo com a 44ª edição do Webshoppers, no primeiro semestre de 2021, a região Centro-Oeste teve um crescimento de 36% em relação ao primeiro semestre do ano anterior.

A conveniência oferecida pelo varejo online conquistou muitos consumidores, tanto que 1 a cada 4 brasileiros pretendem continuar comprando online mesmo após a retomada do comércio físico. 

Assim, atuar no e-commerce em uma região que está em constante evolução, como Goiás, pode ser uma ótima forma de se destacar no comércio regional, uma vez que, você consegue oferecer um frete e prazo de entrega mais competitivo, que são fatores determinantes nas vendas do e-commerce. 

Os marketplaces são uma ótima opção de canal para começar a vender online de uma forma simples e com baixo orçamento. A plataforma oferece uma estrutura sólida para as vendas e cobra apenas uma comissão sobre os pedidos, ou seja, o lojista só paga quando vende. 

Estes canais permitem a venda de produtos, como roupas, peças automotivas, brinquedos, móveis, itens de construção e muito mais. E alguns deles ainda facilitam a venda de itens de mercado, como itens de higiene pessoal, alimentos e bebidas, além de delivery de restaurantes.

Além disso, essas plataformas contam com marcas fortes por trás, como é o caso da Americanas Marketplace, que permite que os seus parceiros anunciem e vendam dentro dos sites das marcas Americanas, Americanas Empresas, Submarino e Shoptime. 

Os parceiros ainda contam com serviços e soluções que facilitam suas rotinas de vendas – como publicidade, logística, entrega e capacitação – fazendo com as lojas potencializarem suas vendas. 

Agora que você já conhece algumas das oportunidades de negócio em Goiás, que tal começar a empreender nessa região? 

Leia também:

Americanas Marketplace: o que é e como vender neste canal?

SLU: o que é e como funciona a Sociedade Limitada Unipessoal

O que é Seis Sigma e como aplicar essa metodologia no varejo?

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

chat gpt - destaque

Chat GPT: o que é, atualizações e como utilizar no seu e-commerce

Descubra como a inteligência artificial do Chat GPT pode impulsionar as vendas do seu e-commerce com respostas instantâneas e personalizadas […]

loja virtual - destaque

Loja virtual: o que é, benefícios e como montar a sua

Descubra como montar uma loja virtual e aproveitar as oportunidades de venda no digital Uma loja virtual oferece uma plataforma para vender […]

lojas físicas visitas- destaque

Lojas físicas: 17 tendências para o futuro do varejo

As lojas físicas no Brasil precisam estar atentas às inovações e futuro do varejo. Veja algumas tendências As lojas físicas […]