O que é outlet e como criar um?

por Americanas Marketplace

12 de junho de 2023

Entenda como funciona um outlet e como você pode apostar nesse modelo de negócio para começar a vender

Você já ouviu falar em outlet? Nesse modelo de loja, o foco são os preços baixos dos produtos, trazendo oportunidades de compra irresistíveis para os clientes. 

E quem não gosta de comprar produtos com desconto, não é mesmo? Seja no comércio físico ou online, o preço é o fator que causa o maior impacto na decisão de compra dos consumidores. 

A pesquisa “Tendências do Varejo” realizada em parceria pela Opinion Box e a Dito mostrou que o preço e as promoções de produtos estão entre os cinco principais critérios para a decisão de compra dos consumidores brasileiros, podendo impactar essa compra de forma positiva ou negativa.

Nas lojas físicas, a experiência de compra ainda é o principal motivo que leva os clientes a realizarem o deslocamento: na pesquisa, os consumidores destacam a possibilidade de tocar e experimentar os produtos (71%) e sair com o produto em mãos na hora da compra (71%). Ao serem questionados sobre os motivos que levam a desistir de uma compra física, 77% respondeu os “preços altos”.

Quando consideramos o varejo online, os gastos aparecem como os motivadores de maior impacto para a decisão de compra. Na pesquisa, os consumidores ressaltaram que o que os leva a comprar online são os melhores preços (67%) e as promoções exclusivas da internet (60%). E os motivos que levam esses clientes a desistir de uma compra, também são aqueles que mexem no bolso: o valor do frete (73%) e os preços altos (68%). 

Independentemente do segmento ou do canal de venda, os consumidores estão sempre em busca das melhores ofertas. E o outlet é o lugar certo para eles encontrarem as melhores opções de compra. Afinal, o foco do outlet é oferecer produtos com preços abaixo do mercado. 

Continue lendo e entenda mais detalhes sobre esse modelo de negócio. 

O que é um outlet?

O termo outlet surgiu em 1930, nos Estados Unidos, e significa “saída” em portugês, o que reforça a história deste modelo de negócio. Na época, as lojas conhecidas como “outlets” funcionavam como “lojas de fábrica”, pois elas atuavam ao lado de grandes fabricantes para vender produtos excedentes, danificados ou de coleções antigas com um preço bem abaixo do mercado. 

Logo, os outlets ganharam visibilidade, tanto entre os consumidores quanto entre os fabricantes. Para o público, essas lojas trouxeram a oportunidade de compra por um preço mais acessível, enquanto os fabricantes encontraram a forma perfeita para vender peças que estavam paradas no estoque. 

Esse formato de negócio é muito conhecido no mercado de Moda e Acessórios, principalmente entre marcas de luxo, na qual as coleções mudam rapidamente, podendo se tornar até ultrapassadas em poucos meses. Assim, no outlet, essas lojas conseguem vender roupas e acessórios de coleções antigas ou que estavam paradas no estoque. 

Apesar da forte atuação dos outlets no setor de moda, hoje, o modelo também já atende diferentes departamentos de vendas, indo para o segmento de beleza, cama, mesa e banho, eletrônicos e outros. 

Como funciona um outlet? 

O outlet funciona como uma loja de fábrica, onde são vendidas peças que não poderiam ir para as vitrines da loja oficial, pois são produtos de coleções antigas ou nunca são vendidos e acabam sobrando nos estoques. Produtos usados em eventos, vitrines ou outras ocasiões também podem ser vendidos nesse modelo. 

O foco dos outlets são os preços baixos, trazendo aos clientes a oportunidade de comprar os produtos com um alto desconto. Enquanto nas lojas oficiais o público busca novidades, no outlet, os clientes não se importam em garantir os últimos lançamentos, mas sim em conseguir os maiores descontos. 

Já para os lojistas, o outlet traz um giro de estoque mais rápido, uma vez que, assim que a coleção fica ultrapassada e para de ser vendida na loja, ela pode passar para o outlet, onde ela será vendida rapidamente por um preço mais baixo. 

Qual a diferença entre uma loja e um outlet? 

Apesar de venderem os mesmos produtos, as lojas oficiais e os outlets trabalham em formatos bem diferentes. A primeira é o principal ponto de venda da marca, seja online ou físico. Nela, os produtos são vendidos todos os produtos da marca, sempre de forma atualizada, ou seja, de acordo com os últimos lançamentos e coleções do momento. 

Enquanto isso, o outlet vende as peças da mesma marca, porém aquelas mais antigas, de coleção passadas e que, às vezes, já estão ultrapassadas. Além disso, quando consideramos a loja física, o outlet tem uma estrutura mais simples, com foco na venda e nos descontos oferecidos, e não na experiência de compra, como uma loja oficial. 

Vantagens de ter um outlet 

Independentemente do seu segmento de vendas, ter um outlet pode ser uma opção bem lucrativa para o seu negócio. Com ele, você permite que o seu estoque gire de forma rápida – antes mesmo dele ficar parado no estoque -, criando oportunidades de compra únicas. 

Para começar um outlet sem precisar fazer grandes investimentos, você pode aproveitar as plataformas digitais, criando um outlet online. Assim, você expande o seu negócio e conquista o público da internet, que está sempre em busca dos melhores preços.

Como vimos na pesquisa da Opinion Box em parceria com a Dito, os principais motivos que levam os consumidores a comprar online são os preços e as promoções, que aparecem mais na internet. E o seu outlet online pode aproveitar todo esse potencial! Entendeu o tamanho da oportunidade? 

Como criar um outlet: passo a passo completo! 

Montar o seu negócio para começar um outlet pode ser mais fácil do que você imagina. Para te ajudar em todas as etapas dessa jornada, criamos um passo a passo completo. Confira: 

1. Defina os seus produtos 

Primeiramente, é importante que você escolha uma categoria de vendas. Se você já tem um negócio e vende produtos de forma online ou física, você pode criar um outlet com os produtos da sua loja que estão encalhados no estoque e já não saem mais nas vendas.

Se você ainda não tem um negócio, não tem problema: você pode começar um outlet do zero! Nesse caso, esse passo será muito importante, pois, nele, você definirá quais produtos serão vendidos no seu outlet. 

Aqui, é recomendável que você escolha um nicho de produtos com os quais você tem familiaridade, assim será ainda mais fácil criar estratégias para potencializar as suas vendas.

outlet - interna

2. Escolha um canal de venda 

O segundo passo para começar o seu outlet é definir onde você irá realizar as suas vendas. Isso é, você terá uma loja física ou virtual?

Se você já possui uma loja física, essa opção pode ser um caminho natural para você iniciar, podendo explorar novos canais ao longo do tempo. Agora, se você está começando, a loja online pode ser mais simples e acessível, já que ela exige menos investimentos e burocracias.  

Além disso, na internet, você tem um alcance e uma visibilidade ainda maior, além de consumidores que estão sempre em busca dos menores preços e dos maiores descontos de produtos – já que na internet eles podem usar as plataformas de busca para comparar ofertas facilmente. 

3. Conheça o mercado e os seus concorrentes diretos

Como você viu ao longo do texto, os outlets possuem um modelo de venda diferente de uma loja tradicional. Sendo assim, conhecer esse mercado e os seus futuros concorrentes será essencial para entender como o seu outlet deve se posicionar para se tornar ainda mais competitivo. 

Entenda como os seus concorrentes estão impactando o público e qual a experiência oferecida. Além disso, lembre-se de fazer essa análise de acordo com o seu modelo de negócio, ou seja, se você vai atuar no e-commerce, busque concorrentes que estão vendendo online, e se você optar por ter uma loja física, visite os comércios concorrentes. 

Ao estudar os seus concorrentes que atuam no mesmo segmento que você, lembre-se de verificar também a precificação oferecida por eles. Afinal, os preços e descontos são o grande forte dos outlets. 

4. Defina o seu público-alvo 

Conhecer o seu público-alvo é um processo essencial para qualquer negócio, então, nos outlets não seria diferente. Essas informações sobre os seus consumidores irão nortear o planejamento e a atuação do seu negócio, fazendo com que você crie estratégias mais assertivas, impactando as pessoas certas, na hora certa e da forma certa.

Se você já tem uma loja física e vai abrir um outlet, não pense que essa pesquisa é dispensável. Como vimos anteriormente, o foco dos outlets é totalmente o preço, o que pode fazer com que o seu outlet atraia um público diferente da sua loja oficial. 

Além disso, é importante destacar que o público online nem sempre é o mesmo da loja física. Tenha em mente que cada canal tem sua própria operação e também seus próprios consumidores. 

Ao definir o seu público-alvo, tente ir além das informações básicas – como gênero, idade

e ticket médio –, busque entender o comportamento de compra dessas pessoas, suas

dores e expectativas ao comprar os produtos que você irá vender no seu outlet.

5. Encontre bons fornecedores

Encontrar bons fornecedores é um fato determinante para os outlets, pois as suas negociações irão determinar os preços oferecidos na sua loja, o que é um ponto chave para o sucesso do seu negócio. 

Além dos bons preços, você deve garantir produtos de qualidade e entregas dentro do prazo necessário para atender os pedidos dos seus clientes.

Para começar essa busca por fornecedores para o seu outlet, pesquise todos os fabricantes e outros negócios que podem fornecer os produtos que você deseja, e estude detalhes como:

  • Qualidade dos produtos;
  • Preços de cada fornecedor;
  • Prazos de entrega;
  • Facilidade de pagamento;
  • Credibilidade da loja.

Para garantir os melhores preços com os seus fornecedores, negocie diferentes cenários,

como pagamentos à vista ou compras em grande quantidade. Dessa forma, você garante

um desconto maior e pode aumentar a margem de lucro das suas vendas.

6. Precifique os seus produtos corretamente

Depois de escolher os fornecedores para o seu outlet e negociar bem os preços e prazos, chegou a hora de precificar os seus produtos, ou seja, definir o preço que será pago pelos seus clientes.

Definir o preço dos produtos de um outlet é uma tarefa extremamente importante, pois é nessa etapa que você irá definir as ofertas oferecidas na sua loja – lembrando que os preços baixos do outlets são o grande destaque desse modelo – ao mesmo tempo que garante uma boa margem de lucro pelas suas vendas.

A sua margem de lucro pelas vendas nada mais é do que a porcentagem que a sua loja irá lucrar com cada venda. Para descobrir qual é a sua margem de lucro, você deve dividir o seu lucro pela receita e multiplicar o resultado por 100. Da seguinte forma:

Lucro / Receita x 100 = margem de lucro

Antes de realizar o cálculo acima para definir a sua precificação, é importante que você já tenha calculado também os outros custos necessários para fazer a sua operação funcionar. 

Procure trabalhar com uma margem competitiva e atrativa para os clientes, mas que compense todos os seus investimentos. 

Anotou todas as dicas? Agora que você já está familiarizado com os outlets e sabe como esse modelo de negócio funciona, chegou a hora de tirar as suas ideias do papel e começar o seu próprio negócio. Boas vendas! 

Leia também:

O que é marketplace e como ele facilita a venda online

Loyalty: como fidelizar seu cliente?

Goodwill: o que é este valor na contabilidade e como calcular?

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

recrutamento - destaque

Recrutamento: quais os tipos mais comuns e como fazer?

O recrutamento e seleção de novos funcionários é uma etapa que todo empreendedor vivencia ou irá vivenciar. Mas é preciso […]

customer experience - destaque

Customer experience: o que é, importância e aplicação

O foco em customer experience ajuda a fidelizar seus clientes e melhorar a relação deles com a sua marca A […]

mrp - destaque

O que é MRP e como funciona esse sistema?

Conheça o sistema MRP e descubra como ele pode otimizar os resultados da sua empresa! Você sabe o que é MRP, […]