Revender produtos: 7 dicas para começar

por Americanas Marketplace

3 de abril de 2023

Confira as melhores estratégias para revender produtos e começar o seu negócio na internet 

Revender produtos na internet se tornou uma opção bastante lucrativa e simples de começar o próprio negócio. Afinal, nesse modelo, os produtos já chegam prontos na sua loja, sem você precisar se preocupar com toda a etapa de fabricação e produção dos itens. 

Até para os lojistas que já têm um negócio próprio, revender produtos pode ser uma forma mais fácil e rápida de diversificar o seu sortimento, trazendo novos produtos para o seu portfólio e incrementando a sua loja. 

Então, se você quer começar a revender produtos para tirar o seu negócio do papel ou diferenciar a sua loja, saiba mais sobre esse modelo de negócio e anote essas 8 dicas que separamos para você iniciar a sua operação com o pé direito.  

Revender produtos: como funciona esse modelo de negócio? 

Como o próprio nome diz, a revenda acontece quando um produto é comprado pronto por um negócio para então ser vendido ao consumidor final. Ou seja, nesse modelo o revendedor atua como um intermediário entre o consumidor final e o local de origem do produto – pode ser um fabricante, fornecedor ou até mesmo uma outra loja. 

Ao revender os produtos, esse revendedor se abstém da responsabilidade de fabricar ou realizar qualquer atividade de produção do produto, precisando apenas focar na parte comercial, ou seja, a venda do produto em si. 

O processo todo acaba sendo bem mais simples do que quando você fabrica e vende uma mercadoria, porém, ele envolve diversas negociações e burocracias que devem ser encaradas com atenção para garantir o melhor funcionamento da operação. 

Além disso, hoje, existem diferentes modelos de revenda de produtos. Então, a primeira dica para você começar a trabalhar dessa forma é: entenda cada tipo de revenda e analise qual é a melhor opção para o seu negócio ou qual combina mais com a sua ideia de empreendedorismo.

Conheça alguns tipos de revenda:

1 – Revenda por consignação

Revender produtos por consignação pode ser uma boa opção para quem está começando um negócio e não consegue ou não quer fazer grandes investimentos em um primeiro momento.

Nesse modelo de revenda, você garante os produtos diretamente com os fornecedores ou fabricantes e fica responsável pela venda deles para os consumidores finais. Quando os produtos são vendidos, você recebe uma comissão pelas vendas, que deverá ser acordada previamente com os fornecedores. 

Para revender produtos por consignação, é primordial que ambos os lados estejam de acordo sobre a forma que as vendas vão ocorrer e sobre os pagamentos, deixando todos os detalhes claros e garantindo uma relação de confiança entre as partes. 

2 – Revenda por catálogo

Revender produtos por catálogo é uma prática muito conhecida no Brasil, sendo bastante utilizada por grandes empresas de cosméticos. 

Assim como no modelo anterior, a revenda por catálogo não exige grandes investimentos, sendo uma opção vantajosa para quem está dando os primeiros passos nesse mercado e quer garantir uma renda extra. 

Algumas empresas pedem que o revendedor compre um kit inicial de vendas ou cobram um valor inicial para a parceria, mas ainda assim é um valor baixo. 

Para revender produtos dessa forma, você só precisa ter o catálogo em mãos para apresentar os produtos aos clientes, sem ter nenhum contato com os produtos reais. A sua margem de lucro é contabilizada de acordo com a quantidade de produtos vendidos por meio do catálogo. 

3 – Revenda de produtos importados

Revender produtos importados pode parecer uma tarefa complicada, porém, algumas soluções e serviços de importação têm ganhado mais espaço no mercado, facilitando o processo para quem deseja começar. 

Assim, o principal ponto para começar a revender produtos importados da China é conhecer as informações corretas sobre os procedimentos legais envolvidos no trâmite de importação. 

Além disso, é essencial buscar uma empresa especializada para facilitar o seu processo, como a ST Importações, que conta com um time de especialista da China para auxiliar em todas as etapas, desde a escolha dos melhores fornecedores, até o desembaraço aduaneiro, transporte e entrega na sua loja. 

Revender produtos importados pode ser bastante vantajoso para o seu negócio, pois o sortimento de lá é ainda mais diversificado, o que permite que você saia na frente da concorrência por aqui. 

Como começar a revender produtos?

Agora que você já conhece melhor o processo de revender produtos e os tipos de revenda que é possível realizar, chegou a hora de conferir todas as dicas para colocar o seu negócio na rua. 

1 – Formalize a sua loja 

Revender produtos de fato é um processo mais simples do que fabricar um item do zero. Porém, isso não significa que você não precisa formalizar a sua operação. 

Para revender, você deverá dar muita atenção às documentações necessárias para que a sua loja realize todas as transações de compra e venda dos produtos de forma legal. Abrir um CNPJ, por exemplo, será primordial para formalizar o seu negócio e garantir as compras das mercadorias para revender no nome da sua empresa. 

Além disso, essa documentação ainda facilita o acesso a desconto junto aos fornecedores e fabricantes na hora de comprar coisas para revender, e oferece uma série de vantagens trabalhistas para o seu negócio. 

2 – Escolha um nicho de produto 

Essa é uma das principais dúvidas de quem está começando a empreender no mercado varejista: afinal, quais itens você vai revender na sua loja?

Aqui, é importante que você considere produtos com os quais você tem mais familiaridade, dessa forma, você conseguirá avaliar melhor a qualidade dos itens, saberá como negociar melhor com os fornecedores e até como apresentá-los da melhor maneira aos clientes. 

Você também pode fazer uma pesquisa de mercado para conhecer melhor as categorias que estão em alta no momento e como elas estão sendo trabalhadas. Além disso, se você já escolheu um nicho de produtos, essa análise irá te mostrar os lançamentos mais aguardados do seu segmento, a margem de preço praticada no mercado, o público-alvo, entre outros detalhes que podem fazer um grande diferencial na sua atuação. 

Se você ainda não tem ideia do que você quer revender na internet, confira agora 9 coisas para você revender

3 – Busque bons fornecedores 

Ao revender produtos, a sua operação depende diretamente dos fornecedores que vendem as mercadorias para o seu negócio. Por isso, conseguir bons fornecedores e garantir uma parceira estável e de confiança será essencial. 

Antes de fechar negócio com um parceiro, não se esqueça de deixar claro o tipo de revenda que você está buscando fazer. Todas as partes devem estar cientes do modelo de negócio para que todas as expectativas e necessidades da parceira fiquem bem claras.

Além disso, ao encontrar os fornecedores que você considera ideal, busque saber mais sobre a reputação, confiabilidade, qualidade dos produtos, entre outros detalhes sobre esses fabricantes. Para aprofundar essa pesquisa, você pode até conversar com algum negócio ou vendedor que trabalha ou já tenha trabalhado com esse fornecedor, a fim de entender como a parceria realmente flui entre os dois. 

4 – Defina um canal de vendas 

Dependendo do tipo de revenda que você irá fazer, será necessário definir um canal de venda para expor os seus produtos e alcançar os clientes, oferecendo uma boa experiência de compra. Então, se esse é o seu caso, chegou a hora de escolher um canal. 

revender - interna
Aproveite as vendas pela internet

O crescimento do e-commerce facilitou essa etapa para muitos lojistas, inclusive aqueles que querem revender produtos. Agora, eles podem criar negócios 100% digitais e de diferentes formas, já que existem várias possibilidades que aceleram a entrada de novos negócios na internet. 

Criar uma loja virtual própria é a opção ideal para você que busca ter um espaço online totalmente exclusivo e personalizado. Porém, é importante destacar que esse modelo também exige um pouco mais de investimentos, como: contratação de plataforma, gastos das comissões dos meios de pagamento, investimento na hospedagem do site, contratação de serviços de segurança, marketing para sua marca se consolidar e reter clientes, entre outros. 

Comece sem investimento inicial

Se você quer revender online sem necessariamente ter um espaço exclusivamente seu e sem fazer altos investimentos, os marketplaces são a melhor opção. Essas plataformas funcionam como grandes shoppings centers virtuais, onde lojistas de todos os tamanhos, segmentos e experiências podem anunciar seus produtos na internet. 

Como falamos anteriormente, os marketplaces trazem uma grande vantagem que é: não há a necessidade de fazer grandes investimentos iniciais para começar. Isso porque eles não cobram nenhuma taxa ou mensalidade para você começar a vender. Os lojistas que anunciam seus produtos na plataforma pagam apenas uma comissão sobre as vendas, ou seja, eles só pagam quando vendem.

Além disso, quem vende nos marketplaces ainda conta com uma série de soluções para impulsionar as vendas, como logística, entrega e publicidade. Na Americanas Marketplace – plataforma que possibilita que os lojistas anunciem seus produtos na Americanas, no Submarino e no Shoptime –, os parceiros também têm acesso a uma área de capacitação exclusiva com vários treinamentos desenvolvidos por especialistas em vendas online, que auxiliam toda a sua jornada empreendedora do parceiro. 

Nessa etapa, é importante destacar que você não precisa necessariamente escolher um único canal de vendas para o seu negócio. As estratégias multicanais têm ganhado cada vez mais força na internet, pois, com elas, você consegue impactar o cliente em diferentes momentos da jornada de compra, tornando a experiência ainda mais rica. 

Assim, com os seus canais de venda definidos, você pode estruturar também uma estratégia de atuação nas redes sociais, o que fará com que você consiga mais um canal forte na internet – que pode ser um grande diferencial na hora de se comunicar com os seus clientes –, aumenta a visibilidade do seu negócio e potencializa os seus resultados. 

5 – Precifique corretamente os seus produtos 

A etapa de precificação irá depender bastante da negociação com os seus fornecedores, pois é por meio delas que você irá garantir os melhores preços para os seus produtos, além de prazos de entrega diferenciados.

Nessas negociações, você pode oferecer formas de pagamento diferenciadas para garantir produtos por preços reduzidos e prazos de entrega mais curtos. 

Além disso, sua precificação deverá considerar todos os gastos que você terá com o seu negócio. Então, se você vende em uma loja virtual própria, você deverá considerar todos os gastos para fazer com que a sua loja opere diariamente. Já se você vende em um marketplace, você deverá contabilizar a comissão que será paga ao vender os produtos. 

Estude sobre precificação de produtos, verifique os preços praticados pelo mercado e pelos seus concorrentes diretos e entenda a influência disso no seu negócio, assim, você consegue garantir a sua margem de lucro e torna o seu negócio ainda mais competitivo. 

6 – Crie a sua vitrine de produtos

Com o seu canal de vendas definido, chegou a hora de cadastrar seus produtos na internet e montar a sua vitrine online, seja em um e-commerce, marketplace ou até nas redes sociais 

Na internet, os clientes não têm contato direto com os itens, ou seja, eles dependem apenas das informações e imagens oferecidas pelos vendedores. Sendo assim, um cadastro de produtos bem feito, que apresente todos os detalhes do item, faz toda a diferença e é uma etapa essencial ao revender online. 

As descrições dos produtos e ficha técnica deles devem fornecer o máximo de informações possível, fazendo com que o cliente não tenha nenhuma dúvida sobre o produto. Isso fará que ele opte pela sua oferta e tome a decisão de comprar na sua loja. 

As imagens vão ilustrar as suas mercadorias e trazer um contato mais visual com o produto, mesmo pela tela do computador ou do celular. Por isso, essas fotos devem ser de qualidade e apresentar o item de forma clara e objetiva. 

Esses detalhes da descrição e da imagem vão favorecer as suas vitrines e facilitar o entendimento e escolha dos clientes, agilizando a decisão de compra e até evitando possíveis casos de troca e arrependimento de compra.

7 – Estabeleça sua operação logística e pense no pós-venda

Ao revender seus produtos na internet, será essencial pensar em toda a parte logística do seu negócio para garantir que os pedidos sejam entregues de forma rápida, eficaz e evitando avarias. 

De acordo com um levantamento da Bornlogic e Opinion Box, 94% dos consumidores já deixaram de comprar algo online por conta do valor do frete, enquanto 78% já desistiram pelo longo prazo de entrega. Entendeu a importância de ter uma operação logística bem estruturada?

Essa etapa será essencial para destacar a sua loja frente à concorrência, seja oferecendo um prazo de entrega mais rápido ou um frete mais competitivo, que serão pontos decisivos para os clientes no momento da compra.

Quando o seu cliente confirma uma compra online, antes mesmo da entrega, acontece uma outra então bem importante: o pós-venda, que envolve todos os processos de separação, embalagem, envio do produto, além do atendimento pós-entrega.

Além disso, é importante lembrar que nos processos de compra e venda online, o momento da entrega é também onde o cliente tem o primeiro contato com o seu produto. Por isso, todo esse processo do pós-venda deve ser feito com cuidado e atenção para que os produtos cheguem até as mãos do seu cliente em perfeitas condições. 

Tudo pronto para você começar a revender produtos online? Anote todas as dicas, estruture o seu negócio e boas vendas!

Leia também:

Americanas Marketplace: o que é e como vender neste canal?

O que é marketplace e como ele facilita a venda online

10 dicas pra você trabalhar pela internet e se destacar

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

grocery - destaque

O que é grocery e como vender na categoria?

A categoria de grocery concentra as vendas de alimentos e bebidas pela internet. Mas a venda destes itens requer atenção […]

coisas para revender - destaque

9 coisas para revender e ganhar dinheiro

Conheça algumas opções de coisas para revender e ter um negócio ainda mais lucrativo  Que existe uma série de coisas […]

vender produtos de limpeza - destaque

7 dicas para você vender produtos de limpeza

Tudo que você precisa saber para vender produtos de limpeza na internet  Comprar online já faz parte da rotina de […]