SLU: o que é e como funciona a Sociedade Limitada Unipessoal

por Americanas Marketplace

3 de fevereiro de 2022

Conheça a SLU, um novo tipo de empresa que dispensa a necessidade de sócios e traz diferentes vantagens para o empreendedor 

Uma das primeiras dúvidas dos empreendedores ao começar um negócio é: que tipo de empresa eu devo abrir? Além da abertura do seu CNPJ, a formalização em um tipo determinado de negócio é um passo essencial para o início de qualquer negócio e, recentemente, uma nova possibilidade chegou no mercado, a SLU

A SLU, siga para Sociedade Limitada Unipessoal, é um novo tipo de empresa que pode tornar o cenário do empreendedorismo no Brasil mais favorável para aqueles que estão começando. 

Saiba mais sobre essa possibilidade e conheça todas todas as vantagens da SLU.

Afinal, o que é a SLU? 

Uma das principais características da SLU ou Sociedade Limitada Unipessoal é que esse modelo é composto por apenas uma pessoa, dispensando a necessidade de sócios para a abertura. Ou seja, apesar de conter a palavra “sociedade” no nome, a SLU é formada apenas por um único empreendedor, facilitando a criação de um negócio para aqueles que pretendem atuar sozinhos. 

Além disso, o patrimônio pessoal da pessoa que opta pela SLU fica separado do da empresa. Isso pode trazer uma grande vantagem financeira, uma vez que, caso a empresa sofra algum problema financeiro ou venha a falir, os bens pessoais do empreendedor estão seguros. 

Na SLU também não há um valor mínimo para compor o Capital Social, o que torna esse formato mais acessível e o diferencia da EIRELI. 

SLU X EIRELI

A SLU acabou colocando um ponto final nas Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada (EIRELI), já que ela acaba com algumas exigências desse formato mais antigo.

Enquanto na SLU não há um valor mínimo de Capital Social, fazendo com que o profissional não precise integrar algum tipo de valor inicial na empresa, a Eireli exige a integralização de um valor correspondente a 100 vezes o salário mínimo vigente na época.

Essa exigência acabava tornando a EIRELI menos atrativa e, quando a nova modalidade surgiu, isso fez com que ela perdesse mais relevância no mercado. 

Pontos positivos da SLU

As próprias determinações deste tipo de empresa já trazem grandes vantagens para os empreendedores que desejam abrir um negócio nesse formato: 

  • Você não precisa de sócio para abrir a empresa;
  • Você não tem custos de investimento inicial, já que o formato não exige Capital Social mínimo;
  • Você não precisa vincular o seu patrimônio pessoal ao da empresa.
slu - interna

Além desses pontos, a SLU conta com uma outra vantagem que é bastante interessante para diversos empresários, que é a possibilidade de abrir mais de uma empresa nesse formato. Ou seja, os profissionais podem se aproveitar das diversas atividades que esse tipo de sociedade permite e mais de uma vez. 

A SLU também permite a realização de algumas atividades e profissões que não são contempladas em outras tipos de empresas, como advogados, médicos, entre várias outras áreas de negócio. 

Razão social

É importante destacar também que a SLU possui uma regra bem específica quanto à razão social

Ao abrir uma empresa nesse formato, o empreendedor deve, obrigatoriamente, utilizar o seu nome civil como razão social da empresa, seguido pela palavra “limitada” em sua forma abreviada (Ltda). Ou seja, se o nome da pessoa é Renato da Silva, o nome de sua SLU deverá ser Renato da Silva Ltda. 

Quem pode abrir uma SLU?

Assim como em outros tipos de empresas, a SLU possui algumas restrições para a sua abertura. Para começar uma Sociedade Limitada Unipessoal, você deve ter mais de 18 anos ou ser emancipado. 

Microempreendedores que já possuem MEI não podem abrir uma empresa nessa modalidade. Além disso, se você pretende ter sócios no futuro, esse modelo de sociedade não é a melhor opção, uma vez que, ela não permitirá que você inclua esses sócios ao negócio. 

Como abrir uma SLU?

Se a SLU é o tipo de empresa que você busca, confira os próximos passos para a formalização nesse formato de sociedade. 

Primeiramente, você deverá criar o seu CNPJ de acordo com o formato de negócio escolhido. Depois, elabore o seu Contrato Social com todas as informações da sua empresa e características da sua atuação e realize o seu registro na Junta Comercial da sua cidade. 

Depois, você deve legalizar a sua operação obtendo um alvará de funcionamento e também enquadrar a sua empresa em um regime tributário, seja o Simples Nacional ou o Lucro Presumido. 

Se você deseja atuar como varejista, não esqueça de solicitar a inclusão da CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) de varejista ao seu CNPJ. Dessa forma, você regulariza as atividades econômicas do seu negócio. 

Agora que você já conhece todos os detalhes da Sociedade Limitada Unipessoal ou SLU você já pode começar o seu processo de abertura de uma empresa com mais segurança sobre qual modelo de negócio escolher. 

Leia também:

O que é marketplace e como ele facilita a venda online

Roadmap: o que é e como ele ajuda a tirar projetos do papel

OKR: o que é este indicador e como ele pode te ajudar?

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

perfumaria - destaque

Perfumaria: dicas para começar o seu negócio 

O mercado de perfumaria traz boas oportunidades para os lojistas, mas é preciso saber se posicionar corretamente! Veja estas dicas […]

burocracia - destaque

Como lidar com a burocracia das vendas online

Enfrentando os desafios da burocracia ao criar e vender no e-commerce Vender online oferece inúmeras oportunidades para empreendedores, mas também traz […]

zona de conforto - destaque

7 atitudes para tirar o seu negócio da zona de conforto

Ficar na zona de conforto não leva ninguém a outro patamar. Veja como ter um negócio inovador e preparado para […]