Gateway de pagamento: o que é e pra que serve?

por Americanas Marketplace

9 de janeiro de 2023

Entenda como funciona o gateway de pagamento e porque ele é essencial para o desenvolvimento da sua loja online

Se você vende na internet, contar com um gateway de pagamento será fundamental para garantir que todas as transações da sua loja fluam de forma segura e ágil. 

Nos últimos anos, com a digitalização acelerada dos processos de venda, o e-commerce se tornou uma opção mais fácil e rápida para os empreendedores tirarem seus negócios do papel. Afinal, na internet, eles conseguem começar a vender de forma mais simples do que abrindo um comércio físico. 

Mas apesar de todas as facilidades que as lojas online oferecem, é preciso ter atenção ao começar a vender na internet. Além da formalização do seu negócio e de garantir os produtos com fornecedores, você vai precisar de uma plataforma de vendas e garantir alguns meios de pagamento online para os clientes finalizarem as compras. 

E o gateway de pagamento é uma plataforma completa e prática, capaz de solucionar as suas questões com as transações financeiras da sua loja online. Quer saber mais? Continue lendo e entenda o que é e pra que serve o gateway de pagamento. 

O que é gateway de pagamento?

O gateway de pagamento é um sistema tecnológico capaz de conectar e transferir todas as informações de uma transação entre o consumidor e as instituições financeiras, como bancos e operadoras de cartão. 

Essa tecnologia é fundamental para as lojas online pois realiza essa comunicação de forma totalmente digital, otimizada e prática, permitindo que os dados sejam transmitidos de forma rápida e segura. 

Com o gateway, o lojista é capaz de oferecer diferentes formas de pagamento em seu negócio – cartão de crédito, débito, pix, entre outros – e centralizar toda essa parte financeira da operação em um único lugar, além de armazenar algumas informações e possibilitar que você entenda os meios de pagamento favoritos dos clientes.

Ou seja, além de proporcionar uma solução de pagamento prática e segura, o gateway de pagamento é capaz de facilitar suas operações de venda e ainda oferecer insights valiosos para que você adapte suas estratégias de negócio e impulsione os resultados da sua loja. 

Como funciona um gateway de pagamento?

Já deu para entender o que é gateway de pagamento, né? Mas, na prática, como será que esse processo funciona? A verdade é que ele é mais simples do que aparenta e você mesmo já deve ter passado pelo processo diversas vezes. 

Sabe quando você está finalizando uma compra online e chega na parte em que precisa selecionar a forma de pagamento desejada? É justamente nessa etapa que o sistema começa a funcionar!

O gateway de pagamento fica completamente integrado à página do site em que você está realizando a compra – ou seja, se você tem uma loja online, pode integrar o gateway no seu site também. Nesse espaço, o cliente irá inserir todos os detalhes de pagamento, por exemplo, forma escolhida, dados do cartão, número de parcelas, entre outros que forem necessários. 

Ao finalizar o processo e confirmar a compra, o sistema faz toda a comunicação necessária entre o lojista e as instituições financeiras do cliente para que a transação seja processada de forma segura.

O processo acontece em questão de segundos: as informações de pagamento são checadas, assim como todos os detalhes do pagamento – é verificado, por exemplo, se o cliente tem o saldo disponível no cartão para realizar a compra –, além de uma checagem antifraude e do perfil de compra do cliente. 

No final desse processo – que, de novo, dura poucos segundos – o cliente recebe uma mensagem confirmando a aprovação do pagamento e, a partir desse momento, o produto segue para as próximas etapas de separação do pedido, embalagem e preparação para o envio. 

Vantagens de utilizar um gateway de pagamento

Além de facilitar o processo de transação das suas vendas, o gateway de pagamento é capaz de proporcionar uma série de benefícios para as lojas online que optam pelo sistema. Confira algumas vantagens: 

Redução de custos e gestão financeira otimizada

Com o gateway de pagamento, você otimiza os processos transacionais e conecta o seu negócio diretamente às instituições financeiras, diminuindo o número de etapas do processo, economizando em taxas e em tempo. 

Além disso, o sistema possibilita que você tenha um controle mais assertivo das suas finanças, permitindo uma gestão financeira mais acurada. 

Como os gateways de pagamento são soluções inteligentes, muitos ainda contam com painéis de controle de finanças, permitindo que os lojistas acompanhem todos os detalhes transacionais do negócio. 

Esses sistemas ainda captam diferentes informações sobre as transações realizadas para apontar possíveis melhorias e fornecer insights aos negócios, como ticket médio das compras e os meios de pagamento favoritos dos clientes. 

Diversidade de pagamento 

A diversidade das formas de pagamento é um dos grandes motivadores que impulsionam os clientes a realizarem suas compras online. Um levantamento da Opinion Box mostrou que 37% dos consumidores consideram as formas de pagamento como um motivo para comprar online. 

Apostando em um gateway de pagamento, você consegue oferecer diferentes formas de pagamento, fazendo com que os clientes não desistam das compras por não encontrarem um meio que atenda suas necessidades, o que impulsiona sua conversão de vendas. 

Conveniência para vender 

Utilizando um gateway de pagamento no seu negócio, você ainda conta com a possibilidade trabalhar com diferentes adquirentes, permitindo que a sua loja fique ainda mais conectada com as opções de pagamento disponíveis no  mercado.

 Assim, caso um dos adquirentes apresente alguma instabilidade ou fique fora do ar, você também conta com outras opções para continuar apoiando as transações da sua loja. 

Como a sua loja tem uma conexão direta com bancos e operadoras, você ainda pode aproveitar o momento para negociar com os adquirentes por taxas reduzidas dos cartões e outras vantagens para o seu negócio, garantindo uma lucratividade ainda maior. 

Autonomia para definir as condições de pagamento 

Com o gateway de pagamento, é possível optar dentre uma grande variedade de opções de pagamento. Para lojas virtuais, por exemplo, você pode escolher quais bandeiras de cartão a sua loja vai aceitar, definir um número de parcelas permitido, entre outros detalhes. 

Já se você oferece um serviço, você pode criar diferentes planos de assinatura ou gerenciar pagamentos recorrentes, sejam eles pré-pagos ou pós-pagos. 

Segurança para realizar suas operações

A questão da segurança nos pagamentos é fundamental quando levamos em consideração as operações do varejo. Em uma pesquisa da Opinion Box, os consumidores levantaram os motivos que levam à desistência da compra online e destacaram a falta de confiança na empresa (55%) e segurança de dados (35%).

Por isso, utilizar um gateway de pagamento para garantir a segurança da sua loja e dos seus clientes é essencial para o desenvolvimento do seu negócio. 

Os gateways de pagamento sérios trabalham dentro das normas do PCI DSS (Payment Card Industry Data Security Standard), que é o padrão de segurança de dados para os cartões de pagamento, responsável por estabelecer as regras para que as transações sejam realizadas de forma segura no ambiente virtual. 

Redução do abandono de carrinho

Você já ouviu falar em abandono de carrinho? Isso acontece quando o cliente acessa o seu site, seleciona alguns produtos que ele deseja comprar, clica no botão de compra e, no momento de finalizar a aquisição, ele desiste.

Não existe um motivo exato que leva o consumidor a desistir do carrinho de compra. Isso pode acontecer pelo valor dos produtos, custo do frete, prazo de entrega, formas de pagamento que não atendem o cliente, entre outros motivos. 

Independentemente se o seu negócio é grande ou pequeno, o abandono do carrinho é um problema que acontece muito no e-commerce. E o gateway de pagamento pode ser uma solução para aliviar essa questão. 

O sistema possui algumas funcionalidades capazes de incentivar a finalização da compra dos produtos. Por exemplo, se o cliente abandonar o carrinho de compras com os produtos selecionados, o gateway permite que você envie um link por e-mail ou SMS direcionando para a página de checkout e incentivando o cliente a concluir a compra.

Ou seja, com o gateway de pagamento você consegue reduzir a taxa de abandono de carrinho da sua loja e aumentar a conversão de vendas do negócio. 

gateway de pagamento - interna

O que é o intermediador de pagamentos?

O intermediador, também chamado de subadquirente, é um sistema de pagamento assim como o gateway, porém com uma gestão diferente, uma vez que, ele trabalha com base em um único contrato com a empresa. 

Esse serviço recebe o nome de “intermediador” pois ele medeia o contato do lojista com os agentes financeiros, sendo uma opção fácil para pequenos empreendedores ou quem está começando no e-commerce, já que eles não precisam lidar diretamente com as instituições financeiras – fica tudo por conta do sistema do intermediador. 

Esse serviço também garante todo o monitoramento antifraude e protocolos de segurança para as transações, porém, diferentemente do gateway, ele cobra taxas fixas pelas vendas feitas pela sua plataforma, que são previamente negociadas com as instituições financeiras. 

Gateway de pagamento X intermediador de pagamentos

O gateway de pagamento e o intermediador de pagamento são bem parecidos quando consideramos suas principais finalidades, porém, a forma como eles atuam é bem distinta, e cabe ao lojista decidir qual sistema atende melhor às necessidades do seu negócio. 

Entre as principais diferenças entre esses dois sistemas, podemos destacar: 

Integrações e contratos com as instituições financeiras

Essa é uma das maiores diferenças entre os dois modelos e também uma das grandes vantagens do intermediador de pagamentos.

O intermediador unifica toda a intermediação entre as partes envolvidas no processo (lojista, consumidor e instituições financeiras), ele evita que o varejista precise fazer diversos contratos com as instituições. Dessa forma, o intermediador facilita o processo, ao mesmo tempo que dá menos autonomia para o adquirente. 

Já no gateway de pagamento, o lojista tem autonomia total para escolher as formas de pagamento que ele deseja que sejam incluídas no seu negócio, porém também fica responsável pelos diferentes contratos com cada banco e instituições financeiras

Ambiente personalizado para o pagamento 

Um diferencial do gateway é que ele permite que os pagamento pelas vendas sejam feitos dentro do próprio site do lojista, em um área de checkout. Enquanto no caso dos intermediadores, os pagamentos precisam ser feitos em uma página externa. 

Apesar do intermediador de pagamento garantir toda a segurança do lojista com a sua página própria de pagamento, esse processo de checkout fora do site onde foi realizada a venda pode prejudicar a jornada de compra do cliente, que busca sempre uma experiência facilitada e cômoda, e pode acabar abandonando a compra ao ser redirecionado para outro site. 

Taxas e comissões

Como mostramos no primeiro ponto, no gateway de pagamento, o lojista é responsável por negociar todos os contratos e taxas com os bancos, operadoras de cartão e outras instituições financeiras que ele deseja trazer para o seu negócio. 

Vale ressaltar também que, no caso do gateway, muitas cobranças são feitas de acordo com as transações realizadas dentro da loja. Sendo assim, quanto mais vendas forem feitas, menos você gasta. 

Assim, podemos concluir que o gateway de pagamento é o sistema ideal para grandes negócios ou médias empresas com uma alta performance e rápido crescimento. 

Já o intermediador de pagamentos é ideal para as lojas menores que buscam um sistema prático, otimizado e que conta com pagamentos pré-estabelecidos. Esses serviços tendem a cobrar uma taxa em porcentagem em cima das vendas realizadas no negócio, trazendo uma maior previsibilidade para o empreendedor. 

Como escolher um sistema de pagamento para o seu negócio?

Como vimos anteriormente, o gateway de pagamento e os intermediadores trazem diferentes vantagens para os negócios e cabe a cada lojista analisar o que cada sistema oferece.

Os intermediadores de pagamento são os favoritos das pequenas empresas, uma vez que oferecem praticidade e uma integração única e rápida. Já o gateway faz essa comunicação necessária entre as instituições financeiras e permite que os lojistas integrem diferentes bancos e operadoras. 

Já sabe qual é a melhor para o seu negócio? Lembrando que os dois serviços garantem toda a segurança dos processos de compra e venda, além de verificações antifraude.

Entendeu como o gateway de pagamento ou outros sistemas como ele são importantes para o desenvolvimento do seu negócio? Integrando esse sistema na sua operação, você traz ainda mais segurança para os seus processos de compra  e venda de produtos, potencializando o seu negócio.

Leia também:

Revenda de produtos: dicas e 5 passos para começar

Por que é importante ter produtos à pronta-entrega ao vender online?

O que é marketplace e como ele facilita a venda online

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

pix cobrança - destaque

Pix cobrança: entenda o que é e quais as vantagens

Descubra o que é o pix cobrança e todas as vantagens que ele pode trazer para o seu empreendimento! Você […]

payment as a service - destaque

Payment as a service: o que é e como pode te ajudar

Sabe o que é payment as a service? Essa plataforma facilita que empresas de diferentes setores contem com soluções bancárias […]

taxa de intercâmbio - destaque 2

Taxa de intercâmbio: o que é e como funciona?

A taxa de intercâmbio é cobrada no uso do cartão como meio de pagamento. Veja mais sobre ela!  A taxa […]