O que é markup e como calculá-lo?

por Americanas Marketplace

27 de junho de 2022

Descubra o que é e como calcular o markup para garantir a precificação ideal dos seus produtos

Se você vende online ou em um comércio físico, você já deve ter ouvido falar sobre a importância de precificar corretamente os seus produtos, não é mesmo? Pois o markup te ajuda justamente nesse quesito, uma vez que ele indica se o preço que você atribuiu a determinado produto ou serviço está correto. 

Definir o preço de um produto antes da venda não é uma tarefa fácil. Você deve levar em consideração o custo de produção do item, as despesas operacionais envolvidas e ainda garantir uma margem de lucro para o seu negócio. 

E se essa conta não é feita da maneira correta, o seu negócio sente os efeitos rapidamente, seja pela falta de clientes, que não consideram os seus preços atrativos, ou pela baixa lucratividade da sua loja. 

Assim, o markup aparece como a solução para te ajudar a fazer essa conta da maneira certa, levando em consideração todos os custos e despesas do seu negócio e ainda garantindo uma boa margem de lucro. 

Entenda o que é o markup, como ele é calculado e de que forma ele pode afetar o desenvolvimento do seu negócio. 

O que é o markup? 

O markup é um índice que pode ser aplicado sobre o custo de um produto ou serviço para definir o seu preço ideal de venda. O cálculo se baseia no “preço margem”, que nada mais é do que o custo unitário do produto (incluindo também as despesas operacionais) somado a uma margem de lucro. 

O markup é bem variável, servindo como um método de precificação muito prático que pode ser usado independentemente do seu segmento ou público-alvo. Além disso, é importante destacar que o cálculo pode e deve ser usado de maneira estratégica de acordo com os objetivos do seu negócio.

Assim, você pode usar o markup para calcular descontos e promoções que deseja fazer no seu negócio para atrair mais clientes e aumentar suas vendas. Você pode até realizar diferentes cálculos para um mesmo produto, caso queira tentar variar e adaptar os valores deste item. 

Por que calcular o markup? 

Ter uma ferramenta estruturada e precisa para calcular a precificação ideal dos seus produtos ou serviços trará ainda mais segurança para essas definições e para a gestão financeira do seu negócio. 

Com o markup você ainda garante uma maior confiabilidade na hora de negociar os valores com os seus fornecedores e tem mais segurança para oferecer descontos e fazer promoções com os seus produtos.

Isso acontece pois, com o cálculo, você consegue definir limites exatos para todos os custos envolvidos na venda dos seus produtos, sempre garantindo uma margem de lucro efetiva. 

Sendo assim, calcular o markup te ajuda a controlar melhor cada gasto que o seu negócio tem, seja para produzir, comprar ou vender o produto e até manter o dia a dia operacional da sua empresa. 

Qual a importância do markup?

Garantir a precificação correta dos seus produtos pode impactar o seu negócio de diversas maneiras. Afinal, se o preço dos produtos não é calculado corretamente, você pode perder vendas, clientes e rentabilidade. 

Confira alguns motivos pelo qual o markup é tão importante para o desenvolvimento de um negócio: 

A precificação influencia diretamente a decisão de compra dos clientes

Além da praticidade, um dos motivos principais que atraem os consumidores brasileiros a comprar online são os preços oferecidos no e-commerce. O relatório Market Review: Tendências do E-commerce para 2022, realizado pela Bornlogic em parceria com a Opinion Box, identificou as principais motivações para os consumidores optarem por comprar na internet. 

Os “preços mais baixos do que nas lojas físicas” (61%), as “promoções que só são encontradas na internet” (58%) e as “promoções sazonais” (24%) foram apenas alguns motivos ressaltados pelos entrevistados. 

Analisando esse cenário, é possível entender o quanto a precificação correta dos produtos e o markup são importantes. 

Você pode adaptar os preços para impulsionar a performance do seu negócio

Os brasileiros já estão acostumados a comprar online e conhecem muito bem as tendências do comércio eletrônico.  Diferentemente do comércio físico, na internet os consumidores podem comparar com mais facilidade os preços de lojas distintas e isso impacta diretamente a jornada de compra deles. 

O relatório Market Review: Tendências do E-commerce para 2022, realizado pela Bornlogic e Opinion Box, mostrou que para 44% dos consumidores, a facilidade para comparar preços é uma motivação para comprar online. 

Assim, com o markup, você consegue calcular eventuais ajustes para a precificação dos seus produtos, se adaptando aos preços oferecidos em outras lojas e se mantendo competitivo no mercado.

Além disso, você consegue calcular o preço ideal para realizar promoções e descontos na sua loja. Dessa forma você atrai mais clientes, aumenta suas vendas e ainda garante a lucratividade do seu negócio. 

  • Mantém a saúde financeira do seu negócio em dia 

O markup leva em consideração as despesas fixas e variáveis do seu negócio, além do custo do produto e da margem de lucro que você deseja obter com a venda. Assim, ao utilizar essa ferramenta para calcular a precificação exata que a sua loja deve praticar, você consegue ter uma noção melhor de todos os custos do negócio, mantendo o equilíbrio das despesas em todos os momentos. 

Markup não é margem de lucro! 

Apesar de ser uma dúvida comum, existe uma grande diferença entre markup e margem de lucro, sendo que essa última é apenas uma das variáveis que entram no cálculo para a precificação ideal dos produtos. Ou seja, a margem é um dos componentes do cálculo do Markup.

Assim, podemos concluir que o markup é mais do que a margem de lucro. E a margem de lucro é indispensável para o cálculo do markup.   

Markup x precificação de produtos 

O markup é um dos métodos mais utilizados para calcular o valor de produtos e serviços e chegar à precificação ideal para a venda. Baseado em uma fórmula simples, essa conta considera todos os custos que compõem um produto ou serviço e a margem de lucro, assim o cálculo garante mais segurança para essas definições de negócio. 

Com o markup, os lojistas conseguem calcular uma precificação alinhada com as necessidades dos seus negócios, garantindo competitividade e um preço que faz sentido para os consumidores.  

Como calcular o markup? 

Antes de realizar o cálculo, é muito importante que você conheça bem todos os componentes envolvidos nessa conta. Assim, você garante que o seu markup seja calculado corretamente. 

As variantes do markup 

O índice markup é composto pelos seguintes componentes: despesas fixas, despesas variáveis, margem de lucro estimada e o custo do produto. Entenda cada um deles: 

Despesas fixas (DF): são aqueles custos que estão envolvidos diretamente com a sua empresa, mas não com o custo do produto. Ou seja, são as despesas financeiras, administrativas, comerciais, entre outras que você tem no seu negócio e não estão relacionadas à fabricação dos seus produtos. 

Despesas variáveis (DV):  são os custos que são impactados diretamente pela realização das vendas. Elas possuem esse nome pois tendem a aumentar ou diminuir dependendo dos resultados, ou seja, elas variam de acordo com o desempenho do negócio. Os dois exemplos mais comuns são impostos ou comissões pagas por vendas. 

Margem de lucro pretendida (LP): como o próprio nome diz, aqui você irá definir a margem de lucro que você deseja obter sobre o preço dos seus produtos, já descontando as despesas da produção e distribuição, ou seja, as despesas fixas e variáveis. Aqui, é interessante que você analise, estude e entenda qual a melhor margem de lucro para cada produto. Assim, você trabalha de forma mais estratégica e mantém a competitividade dos seus itens. 

Custo direto (CD): é o custo gasto para produção do seu produto ou serviço. Aqui, você deve definir exatamente o que deve ser contabilizado no custo direto. Se você possui uma produção própria, por exemplo, a matéria-prima e a mão de obra são pontos que devem entrar nesses custos. Agora, se você já compra os produtos prontos, os gastos logísticos devem ser considerados aqui. 

O cálculo do markup 

Agora que você já conhece cada um dos componentes, busque entender como eles se aplicam ao seu negócio. Afinal, para calcular o seu markup, você deverá utilizar o histórico da sua empresa e entender os valores que atendem as necessidades do seu negócio. 

Nesse momento, você também pode fazer uma pesquisa de mercado para entender os preços praticados pelos seus concorrentes e verificar como o seu negócio pode se tornar mais competitivo. 

Confira um passo a passo completo para calcular o seu markup:

1º passo: identifique o preço unitário do seu produto ou serviço, isso é, o custo de produção dele ou custo direto (CD); 

2º passo: identifique todas as despesas variáveis (DV) do seu negócio que podem impactar o valor final do seu produto;

3º passo: identifique as despesas fixas (DF) da sua empresa que impactam o custo final do seu produto;

4º passo: defina qual a margem de lucro presumido (LP) , ou seja, quanto de lucro você quer obter com a venda de cada produto da sua loja;

5º passo: realize o seguinte cálculo de acordo com os valores que você estabeleceu: 

100  / [100 – (DV + DF + LP)]

Lembre-se: 

  • 100 é o custo unitário do produto em percentual;
  • DV são as Despesas Variáveis;
  • DF são as Despesas Fixas;
  • LP é a Margem de Lucro Pretendida.
Confira um exemplo: 

Vamos imaginar que a sua loja possui um produto que custa R$ 50,00 (lembrando que esse é o custo direto dele). Analisando os seus outros custos, você estabeleceu que as suas despesas variáveis (DV) equivalem a 5%, as suas despesas fixas (DF) a 15% e a sua margem de lucro pretendida (LP) com esse produto é 20%. 

Assim, temos o seguinte cálculo:

100  / [100 – (DV + DF + LP)]

100 / [100 – ( 5 + 15 + 20)]

100 / [100 – 40]

100 / 60

markup = 1,6

Agora, você deve multiplicar esse resultado pelo custo direto (CD) do seu produto, que é 50 reais. 

50 x 1,6 = 80 reais! 

Ou seja, o valor ideal do seu produto para que você garanta a margem de lucro desejada sem afetar o seu negócio financeiramente – ou seja, arcando com todas as despesas fixas e variáveis da sua operação  – é de no mínimo R$ 80,00.

markup - interna

Existe um valor ideal de markup? 

O markup é uma ferramenta muito modificável, pois ela é composta por algumas variantes que mudam de acordo com o tipo de negócio e os seus objetivos. Assim, cabe a cada um analisar se aquele resultado é realmente o ideal para o desenvolvimento da empresa. 

Quem pode usar o markup? 

O markup é uma ferramenta de precificação que pode ser usada independentemente do tamanho, segmento ou tipo de empresa. Sendo assim, qualquer negócio pode utilizar esse índice para ter um planejamento financeiro mais adequado.  

Como o markup auxilia a determinar o preço de venda dos produtos, quem utiliza o índice acaba obtendo mais segurança no preço final, confiando que ele garantirá uma melhor gestão financeira do negócio. 

Vantagens de utilizar o markup no seu negócio

Garantir que os seus produtos estão sendo vendidos com o preço correto para assegurar a lucratividade da sua loja e ainda se manter competitivo no mercado pode trazer diversos benefícios para o desenvolvimento do seu negócio. 

Confira algumas vantagens de usar o markup no seu negócio:

Suas negociações são mais efetivas

Com o cálculo do markup definido, você tem mais segurança para negociar com fornecedores e terceiros, pois você já sabe exatamente o valor de todos os custos que estão envolvidos em cada produto e quanto pode ser pago em determinada negociação, a fim de garantir a rentabilidade da sua loja. 

A lucratividade do seu negócio é assegurada

Definir uma boa margem de lucro sem afetar os resultados do seu negócio não é uma tarefa fácil e, nesse momento, muitas pessoas esquecem de incluir diversas despesas envolvidas naquela venda, o que acaba afetando diretamente os resultados do negócio. 

Calculando o markup, você garante essa lucratividade, já considerando outros custos e despesas que afetam diretamente a venda daquele produto. Assim, você assegura a margem de lucro do seu negócio, mantém a competitividade no mercado e garante que o seu negócio siga equilibrado e vendendo. 

Mantém a gestão financeira do seu negócio em dia

Com o markup, você identifica todos os gastos e despesas do seu negócio, conseguindo ter uma visão mais geral da parte financeira do seu negócio. 

Assim, você consegue ter uma noção de possíveis ajustes que podem ser feitos na sua operação para aprimorar a gestão do seu negócio. 

Quando você entende os custos e despesas que estão atrelados ao seu produto, você consegue aumentar a lucratividade do seu negócio, sempre mantendo a operação em dia. 

Experiência de compra x preço dos produtos 

Ao longo do texto, nós falamos muito sobre a importância da precificação correta dos produtos e como o preço pode impactar a decisão de compra dos consumidores. Porém, quando pensamos nas vendas online, não podemos deixar de lado um ponto muito importante: a experiência de compra oferecida aos consumidores. 

Hoje, quem compra online, busca mais do que o produto ideal. Eles querem uma experiência de compra única e que atenda às suas necessidades, seja um preço mais em conta, uma entrega mais rápida ou até um frete grátis.

Você pode e deve usar o markup para garantir a precificação correta dos seus produtos, porém, lembre-se de também investir em uma boa estrutura logística para garantir um prazo de entrega e frete mais competitivos para o seu negócio. 

Segundo uma pesquisa realizada pela Accenture, 47% dos consumidores estariam dispostos a pagar mais por uma experiência de compra que superasse suas expectativas.

Sendo assim, a precificação correta dos produtos é essencial, porém ela deve ser considerada como uma parte da experiência do cliente, que também inclui o prazo de entrega e o frete. 

De acordo com o Market Review: Tendências do E-commerce para 2022, realizado pela Bornlogic e Opinion Box, 94% dos consumidores já deixaram de comprar algo online pelo valor do frete e 78% já desistiram de comprar pois o prazo de entrega não atendia suas necessidades naquele momento. 

Ou seja, uma boa estratégia de preço deve sempre estar atrelada a uma operação igualmente estruturada. Quando você utiliza o markup para garantir a lucratividade e competitividade do seu negócio e combina isso com uma boa estrutura logística, o seu negócio consegue resultados ainda melhores e chega muito mais longe. 

Entendeu como o markup pode ajudar o desenvolvimento do seu negócio garantindo que a precificação dos seus produtos estejam corretas? Analise as despesas do seu negócio, realize o cálculo e garanta a maior lucratividade da sua loja. 

Leia também:

Planejamento financeiro: 7 dicas para sua empresa

5 dicas para fazer seu controle de caixa

Americanas Marketplace: o que é e como vender neste canal?

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

pix cobrança - destaque

Pix cobrança: entenda o que é e quais as vantagens

Descubra o que é o pix cobrança e todas as vantagens que ele pode trazer para o seu empreendimento! Você […]

payment as a service - destaque

Payment as a service: o que é e como pode te ajudar

Sabe o que é payment as a service? Essa plataforma facilita que empresas de diferentes setores contem com soluções bancárias […]

taxa de intercâmbio - destaque 2

Taxa de intercâmbio: o que é e como funciona?

A taxa de intercâmbio é cobrada no uso do cartão como meio de pagamento. Veja mais sobre ela!  A taxa […]