Como criar uma planilha de precificação?

por Americanas Marketplace

30 de janeiro de 2023

Entenda como funciona a planilha de precificação e veja como o seu negócio pode criar uma

Ter uma planilha de precificação é essencial para que os preços de venda dos seus produtos sejam calculados corretamente, garantindo uma gestão financeira mais ágil e exata, além de uma maior lucratividade para o seu negócio.

Definir o preço de um produto é uma das principais dúvidas de quem trabalha com varejo, principalmente aqueles que estão dando os primeiros passos nessa jornada empreendedora. E vamos falar a verdade: até os lojistas mais experientes encontram algumas dificuldades na hora de precificar os seus produtos. 

Afinal, como garantir que os preços dos seus itens vão atender as expectativas dos clientes, ser competitivos com a categoria e a sua concorrência direta e ainda garantir uma boa margem de lucro para o seu negócio? 

Parece difícil, mas pode ser mais simples do que você imagina, ainda mais quando utilizamos ferramentas que facilitam e agilizam o processo como a planilha de precificação! 

 O que é uma planilha de precificação?

A planilha de precificação nada mais é do que uma ferramenta que auxilia o momento de definição da precificação de qualquer produto, garantindo cálculos mais rápidos e precisos.

Esses cálculos são essenciais para garantir a saúde financeira do seu negócio, afinal, não adianta pensar apenas em ter uma boa margem de lucro e preços melhores que os da concorrência. Para que o seu negócio realmente funcione, você precisa considerar diversos custos da operação. 

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 80% das micro e pequenas empresas não chegam a completar o primeiro ano de operação, enquanto 60% fecham antes da marca dos cinco anos. 

E um dos principais motivos que levam esses fechamentos é a falta de planejamento estratégico dos negócios – que envolve também a etapa de precificação –, que faz com que essas operações comecem sem ter um conhecimento profundo do negócio. 

Assim, contar com uma planilha de precificação é a solução para garantir que sua operação flua e se desenvolva de maneira sustentável. 

A importância da precificação no e-commerce

O preço dos produtos vendidos na internet influencia diretamente a sua conversão de vendas, uma vez que, esse fator é um dos maiores motivadores dos consumidores brasileiros, independentemente do segmento da sua loja. 

Um levantamento realizado pela Opinion Box e pela Dito mostrou que alguns dos principais motivos que levam os consumidores a comprar online são: os preços melhores (67%) e as promoções exclusivas da internet (60%). Já quando perguntados sobre os motivos que levam esses clientes a desistirem de uma compra online, 68% destacaram os preços altos, sendo o segundo principal motivo – que perde apenas para o valor do frete (73%).

Entendeu a importância de assegurar o preço correto dos seus produtos? E utilizar uma planilha de precificação é a solução ideal para garantir que essa estratégia do seu negócio seja resolvida de forma rápida e direta, garantindo a competitividade e a saúde financeira da sua empresa. 

Vantagens de usar uma planilha de precificação

Como falamos anteriormente, a utilização da planilha de precificação dá um auxílio além de fornecer o valor ideal dos seus produtos. Ela ajuda na gestão financeira do negócio, tornando-o mais saudável e sustentável, e isso pode trazer diversos benefícios para a sua operação, como:

  • Maior produtividade

Como a planilha de precificação agiliza o processo de definição dos preços, você otimiza o seu tempo e consegue focar em outras etapas da sua operação. 

  • Maior competitividade 

Garantir uma boa margem de lucro e ainda assim oferecer um preço que seja competitivo com o da concorrência é uma das principais soluções oferecidas pela utilização da planilha de precificação. 

  • Maior conversão de vendas

Com preços competitivos, a sua loja consegue sair na frente da concorrência e conquistar uma maior taxa de conversão de vendas.

  • Maior chance de crescimento 

Com um bom planejamento e uma gestão financeira saudável, o desenvolvimento do seu negócio flui de forma natural. 

O que considerar na sua planilha de precificação?

Hoje, é possível encontrar planilhas de precificação prontas, o que facilita o cálculo dos preços dos seus produtos. Mas, independentemente se você quer usar uma planilha pronta ou montar a sua própria, será necessário ter em mãos algumas informações essenciais sobre os seus itens e a sua operação. 

  • Cadastro dos produtos

Registre todos os seus itens na planilha de precificação e, se necessário, inclua também o EAN dos produtos e suas descrições. 

  • Controle de estoque 

O controle do seu giro de estoque pode influenciar diretamente a precificação dos itens, por isso, registre todas as movimentações de entradas e saídas de produtos, independentemente se você trabalha com produtos à pronta-entrega ou por encomenda. 

Além disso, com esse controle, você consegue identificar produtos com menor quantidade em estoque, que se tornam mais exclusivos e, por isso, podem até ser vendidos por valores mais elevados.  

  • Preço unitário e margem de lucro

Esses valores são fundamentais para garantir um registro do preço pago pela empresa no produto e para garantir a sua margem de lucro, assim, você consegue definir o preço de venda dos itens, ou seja, o preço que será repassado aos seus clientes. 

  • Despesas variáveis e despesas fixas 

A precificação de um produto envolve mais do que a sua margem de lucro e o custo de compra dele ou custo direto – que é o valor gasto para a produção dele, caso o seu negócio seja responsável por essa etapa. Por isso, é necessário considerar também as diferentes despesas que mantém o seu negócio rodando. 

Nesse caso, as despesas fixas são aquelas que estão diretamente relacionadas à sua empresa, como as despesas administrativas, comerciais, entre outras. Enquanto as despesas fixas são aquelas que impactam a realização das suas vendas, como impostos e comissões pagas em plataformas de vendas, por exemplo. 

planilha de precificação - interna

Tipos de precificação

Não há uma regra exata de precificação de produtos. O processo deve sempre ser feito de acordo com os objetivos e metas do seu negócio e, por conta disso, existem diferentes tipos de precificação que podem ser considerados. 

Então, antes de começar a preencher a sua planilha de precificação, entenda esses diferentes modelos para garantir o melhor desempenho e desenvolvimento do seu negócio. 

Markup

O markup é um método de precificação bastante prático que pode ser utilizado em negócios de todos os tamanhos e categorias. 

Basicamente ele utiliza um índice que pode ser aplicado sobre o custo unitário do produto para definir seu preço ideal de venda. Então, além de ser usado para a precificação do dia a dia, o markup pode calcular descontos e promoções para os negócios que desejam aplicar essas estratégias para impulsionar as vendas. 

Como calcular? 

O cálculo do markup funciona da seguinte forma:

100  / [100 – (DV + DF + LP)]

Sendo que: 

  • 100 é o custo unitário do produto em percentual;
  • DV são as Despesas Variáveis;
  • DF são as Despesas Fixas;
  • LP é a Margem de Lucro Pretendida.

Precificação por competitividade 

Se o objetivo do seu negócio é se manter competitivo frente a concorrência, a precificação por competitividade é ideal para você, uma vez que ela compara o seu preço com o preço médio praticado pelos seus concorrentes diretos. 

Como calcular? 

Esse cálculo determinará o seu CPI (índice de competitividade), que mostra, em porcentagem, se a sua precificação está acima ou abaixo da concorrência. Assim, o cálculo funciona da seguinte forma: 

CPI = Preço do varejo/Preço da Concorrência

CPI = 8,99/7,99 

CPI = 1,12 ou seja, 12% acima da média dos preços praticados pelos seus concorrentes

Precificação de produtos no marketplace

Vender em plataformas de marketplace é o caminho perfeito para lojistas de todos os tamanhos e segmentos que buscam ganhar visibilidade na internet e um alcance ainda maior. 

Afinal, essas plataformas possuem grandes marcas por trás, trazendo confiabilidade,uma plataforma 100% estruturada para as vendas e o melhor: a possibilidade de começar a vender sem precisar fazer qualquer investimento e sem comprometer a lucratividade. 

O esquema de comissões oferecido nos marketplaces permite que os lojistas só paguem quando vendem. Dessa forma, eles têm mais previsibilidade do quanto vão receber e conseguem precificar com mais precisão seus produtos.

Na Americanas Marketplace, por exemplo, os lojistas contam com a possibilidade de vender nas maiores lojas virtuais do país – a Americanas, o Submarino e o Shoptime – e pagam uma comissão personalizada e adequada a cada tipo de produto, o que aumenta a competitividade deles na internet. Saiba mais sobre precificação de produtos no marketplace, clicando aqui

Então, se você vende em um marketplace, um fator que com certeza deve entrar na sua planilha de precificação é a comissão que você irá pagar sobre a venda dos seus produtos na plataforma. 

Entendeu como criar uma planilha de precificação é necessário para o desenvolvimento do seu negócio? Agora, é só reunir as informações sobre os seus produtos e a sua operação, e calcular o melhor preço para os itens da sua loja! Boas vendas! 

Leia também:

Contabilidade: o que é e por que é tão importante para o seu negócio

CMV: como calcular o custo de mercadoria vendida?

O que é marketplace e como ele facilita a venda online

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

pix cobrança - destaque

Pix cobrança: entenda o que é e quais as vantagens

Descubra o que é o pix cobrança e todas as vantagens que ele pode trazer para o seu empreendimento! Você […]

payment as a service - destaque

Payment as a service: o que é e como pode te ajudar

Sabe o que é payment as a service? Essa plataforma facilita que empresas de diferentes setores contem com soluções bancárias […]

taxa de intercâmbio - destaque 2

Taxa de intercâmbio: o que é e como funciona?

A taxa de intercâmbio é cobrada no uso do cartão como meio de pagamento. Veja mais sobre ela!  A taxa […]