GPC: o que é e como ele ajuda a classificar seus produtos

por GS1 Brasil

22 de dezembro de 2021

O GPC é uma classificação de produtos em segmentos, classe e outras informações que ajudam a identificar o item na cadeia de suprimentos

O GPC – Classificação Global de Produtos é a linguagem comum da GS1 – Associação Brasileira de Automação – para a classificação de produtos. Ela permite que os parceiros comerciais se comuniquem de forma mais eficiente e precisa em todos os processos da cadeia de suprimento.

O GPC é baseado em um sistema de classificação que envolve 4 camadas ou hierarquias que classificam o grupo ao qual um produto se enquadra. Estas camadas são: segmento, família, classe e brick.

Hierarquia GPC

Confira abaixo como funciona na prática essa classificação de um produto. Neste caso, usaremos uma garrafa de leite como exemplo:

GPC - exemplo leite

Segmento

A camada mais alta da classificação é o segmento, definido como um setor específico. Em relação ao exemplo da garrafa de leite, podemos classificá-la no segmento de “Alimentos, bebidas e tabaco”.

Família

A próxima camada é a família. Esta é uma ampla divisão do segmento. Por exemplo: “Leite, manteiga, creme etc.”, que são subprodutos dentro do segmento de Alimentos, Bebidas e Tabaco.

Classe

Na especificação chamada de classe podemos encontrar um grupo de categorias semelhantes. Por exemplo,  a de “Leite e substitutos do leite”.

Brick

O código brick detalha uma categoria de produtos similares. Por exemplo, “Leite”.

O GPC é um importante recurso para as atividades de distribuição e gerenciamento de mercadorias e garante vários benefícios. Veja alguns deles a seguir.

gpc - interna

Benefícios do GPC para a cadeia de suprimentos

  • Melhora a precisão da informação sobre o produto;
  • Garante o agrupamento de produtos com características semelhantes e atributos específicos de categorias;
  • Elimina atividades supérfluas e reduz custo de lançamento e manutenção de itens;
  • Permite mapeamento para diferentes parceiros comerciais ou conceitos de provedores;
  • Simplifica os processos de publicação e subscrição;
  • Cria uma numeração comum que pode ser compartilhada entre outros sistemas.

A figura abaixo demonstra na prática a classificação do GPC para diversas marcas de leite, porém com as mesmas características:

GPC - exemplo leite

Como surgiu?

O esquema de codificação foi desenvolvido pela indústria e para a indústria. A Classificação Global de Produtos partiu da iniciativa de um grupo de usuários globais constituído pelos maiores fabricantes, varejistas e provedores de serviço multinacionais. Foi decidido então empregar algumas regras comerciais para a fundamentação de um modelo globalmente padronizado de classificação de produtos.

Dessa forma, é parte importante do conjunto de dados de um produto, pois permite que parceiros comerciais encontrem um item facilmente no site da GS1, além de melhorar a precisão das informações. Para quem desejar, vale acessar a ferramenta GPC Browser, que permite a localização de qual GPC é o mais adequado para o seu ​​produto.

Leia também:

O que é Phygital e como isso pode beneficiar seu negócio?

FIFO, LIFO e FEFO: conheça o que é cada uma destas siglas

Marketplace da Americanas: o que é e como vender neste canal?

GS1 Brasil

A GS1 é conhecida pelo famoso código de barras, que impulsionou a economia criando uma linguagem única e global entre indústria e varejo. A GS1 está presente em 150 países, entre eles o Brasil, com uma história de mais de 35 anos.

veja ainda:

mrp - destaque

O que é MRP e como funciona esse sistema?

Conheça o sistema MRP e descubra como ele pode otimizar os resultados da sua empresa! Você sabe o que é MRP, […]

integrador de marketplace - destaque

Integrador de marketplace: o que é e como ele te ajuda?

Utilizar um integrador de marketplace pode acelerar o cadastro de produtos e centralizar sua gestão de todos os canais O integrador […]

cross border - destaque

Cross border: o que é e como iniciar essa operação?

Entenda o que é uma operação cross border e como colocá-la em prática para internacionalizar sua marca! Você sabe o […]