5 cuidados na migração do seu e-commerce

por Plugg.To

16 de dezembro de 2021

Planejando fazer a migração do seu e-commerce? Veja algumas dicas para fazer isso!

O faturamento do e-commerce se iniciou em alta este ano, gerando lucro nos primeiros três meses que totalizou 35,2 bilhões, isso resultou no aumento de 72% em relação ao mesmo período de 2020. Essa forma de comércio representa atualmente para a economia brasileira 11,4% dos varejistas nacionais. 

Segundo um levantamento realizado pela NZN Intelligence, aproximadamente 74% dos consumidores realizam suas compras de forma online. 

Dentro do e-commerce, existem os marketplaces, que são como shoppings virtuais, e representam 78% das vendas online.

Esses canais de venda onde vários lojistas podem anunciar seus produtos estão sendo cada vez mais utilizados pela facilidade em comercializar mercadorias em vários sites ao mesmo tempo e consequentemente, obter mais lucro.

Porém, para entrar no e-commerce tendo sua loja própria e também vender em marketplaces é preciso ser cauteloso para não cometer erros.

Esse fator também diz a respeito à migração das lojas online para outros domínios de sites, que influencia em toda questão mercadológica da empresa, e pode ser realizada mais de uma vez se preciso.

Então separamos algumas dicas para você poder investir no digital ou mudar seu e-commerce de plataforma com segurança. 

Pontos de atenção ao migrar o seu e-commerce

1) Faça testes antes de migrar

Esse cuidado em específico você deve utilizar em praticamente tudo que for fazer no digital, porque quando se lida com vendas e pessoas é preciso saber quais as tendências, e preferências de seu público, ou seja, seu comportamento. Por exemplo: 

É comum inovar para acompanhar as novas tendências, e por isso se basear em outras lojas, mas para evitar problemas com mudanças, seja de imagem visual, produtos e domínio digital, é preciso antes realizar pesquisas para não correr riscos desnecessários.

Os testes A/B são muito úteis neste caso, eles são feitos para comparar duas alternativas e verificar a preferência do público e disponibilizam um feedbackl.

2) Realize um backup de tudo

Ninguém gosta de imprevistos, mas a realidade é que eles podem acontecer em qualquer momento, por isso, ao migrar seu e-commerce para outro domínio, realize um backup e mantenha antiga plataforma em standby.

3) Verifique os Certificados de Segurança (SSL)

Ao migrar de domínio de site, é possível que os certificados de segurança atuais não sejam compatíveis à nova plataforma de e-commerce.

Então, uma das primeiras tarefas a se fazer antes de realizar esta mudança é verificar se será possível continuar com o SSL usual ou se será preciso encontrar um novo. 

4) Treine sua equipe

Em toda a mudança é necessário um período de adaptação para atingir altas performances no trabalho. 

Por isso, é preciso sempre treinar a equipe ao realizar inovações, para que todos os funcionários consigam aprimorar totalmente suas técnicas e também o novo domínio de e-commerce. 

migração - interna

5) Monitore o desempenho

Com seu canal de venda já em um novo domínio de site, será o momento propício para o monitoramento de sua atividade, ou seja, verificar se tudo está nos conformes. 

Nas primeiras semanas geralmente é quando ocorrem algumas modificações para melhor adaptabilidade do e-commerce, por também ser um período de novos testes no site.

Esse estágio é propenso a ter mais feedbacks feitos pelos próprios consumidores, então use-os com sabedoria para o aprimoramento de sua loja online.

Seja atencioso durante a migração!

Os cuidados mostrados são imprescindíveis independentemente do domínio contratado para estabelecer seu comércio online, por isso, não deixe de se atentar a eles.

É notório que a tarefa de fazer a migração do e-commerce para outra plataforma deve ser feita de forma cautelosa para que não haja futuros problemas em sua empresa.

Não se esqueça que se você possui sua loja online integrada em algum marketplace também será necessário realizar os ajustes necessários, então é importante verificar se a plataforma onde você colocou o domínio realiza integração com um hub de integração, para que você não prejudique o seu desempenho nos marketplaces. 

Leia também:

3C’s: saiba como precificar os produtos por esse método

SLA: o que é e como usar no seu e-commerce?

Revenda de produtos: como iniciar esse processo?

Plugg.To

A Plugg.To é um hub de integração com ferramentas desenvolvida para lojistas e mais de 60 marketplaces integrados.

veja ainda:

multicanais - destaque

Multicanais: como manter uma estratégia de vendas integrada?

As vendas multicanais já são uma realidade do varejo. E com uma estratégia bem elaborada de integração, os lojistas podem […]

reclame aqui - destaque

Reclame Aqui: o que é e como zelar pela sua reputação no site?

Reclame Aqui é o espaço para o cliente manifestar contratempos com alguma marca. Veja como se destacar e zelar pela […]

importar da china - destaque

Como importar da China?

Importar da China já virou realidade para muitos varejistas. Veja como fazer isso garantindo segurança e boa negociação! Importar da […]