O que é picking e qual a sua importância?

por Americanas Marketplace

3 de novembro de 2022

Entenda como funciona o picking e qual a importância desse processo para a sua logística

O picking consiste no processo de separação dos produtos durante o pós-venda, que é uma das etapas mais importantes em uma operação de e-commerce. Será que o seu negócio está separando os pedidos da melhor forma possível? 

Em uma loja física, o processo de compra e venda é bem simples: o consumidor entra na loja, conhece, experimenta o produto e adquire ele. Já no comércio eletrônico, a jornada de compra é bem diferente e, a partir do momento que o cliente confirma a compra, começa uma série de processos logísticos bem específicos.

Para quem está começando no universo digital, o volume de pedidos às vezes é mais baixo, então o processo de separação dos processos, embalagem e envio acaba sendo mais simples. Porém, à medida que o negócio cresce e o volume de pedidos aumenta, essa parte da operação fica mais complexa, exigindo ainda mais atenção. 

E conforme isso acontece, o seu estoque também cresce, tanto em quantidade quanto em variedade de produtos. Assim, para continuar garantindo uma entrega rápida, sem erros e com qualidade, é necessário investir em um bom processo de picking. 

Afinal, o que é picking? 

O picking, também conhecido como order picking, nada mais é do que o processo de separação dos produtos incluídos no pedido de um cliente. É nessa etapa que os itens são selecionados no estoque para então serem preparados e embalados para o envio, garantindo que o pedido chegue corretamente até o consumidor. 

No e-commerce, é essencial que o lojista garanta que o produto selecionado pelo cliente na hora da compra seja exatamente o mesmo que está sendo entregue. E isso é assegurado por um processo de picking bem feito. 

Sendo assim, podemos considerar que, dentro de uma operação de e-commerce, o picking é uma das etapas mais importantes do pós-venda, já que ele irá influenciar diretamente a experiência de compra do cliente e a possível fidelização dele. 

Picking x Packing

O processo de picking e packing são bem parecidos, e em operações menores, muitas vezes os dois processos acabam acontecendo de maneira conjunta. Porém, o ideal é que esses dois processos aconteçam de forma complementar. 

Como vimos, o picking consiste em uma etapa de separação dos produtos que serão enviados. Já o packing, se refere ao processo de empacotamento dos pedidos, garantindo que os itens estejam embalados cuidadosamente e com segurança, evitando danos e avarias no envio. 

Os diferentes tipos de picking

Nem todas as operações de e-commerce acontecem da mesma forma. Afinal, cada loja tem os seus produtos, suas necessidades, sua estratégia de venda e seus objetivos. 

Assim, para atender essas diferentes condições, existem quatro formas diferentes de realizar o picking: discreto, por onda, por zona ou por lote. Entenda como funciona cada um deles: 

Picking discreto

No picking discreto, uma pessoa inicia e finaliza o processo, ou seja, ela fica responsável única e individualmente pela separação de todos os produtos presentes em cada pedido. 

Por um lado, esse modelo de picking é vantajoso pois o processo é feito com cuidado por apenas um colaborador, diminuindo muito as chances de erro e garantindo uma entrega correta. Mas, por outro lado, o tempo gasto com essa etapa é muito maior, o que pode fazer com que esse processo de separação se torne um pouco mais lento. 

Picking por onda

O picking por onda recebe esse nome, pois os pedidos são acumulados e o recolhimento é feito em períodos previamente agendados. Ou seja, ele é bem parecido com o picking discreto, porém, segue um calendário definido com base na demanda, na quantidade de produtos vendidos e nas rotas de entrega. 

Dessa forma, é possível atender os prazos de envio de cada pedido, garantindo um processo eficiente e otimizado. Além disso, é possível utilizar esse formato de “ondas” com outros modelos de picking, trabalhando de forma conjunta para atender as necessidades do seu negócio da melhor forma possível. 

Picking por zona

No picking por zona, os estoques são divididos em áreas, ou zonas, e cada uma delas tem um colaborador responsável. Quando um pedido chega no estoque, os colaboradores separam os produtos de suas respectivas zonas e levam para um espaço de consolidação, onde os diferentes itens são agregados nos pedidos e enviados para o empacotamento. 

Esse modelo garante uma alta produtividade, uma vez que, o operador de cada zona fica apenas responsável por essa função. Porém, exige muita organização no estoque para garantir que nenhuma zona fique sobrecarregada.

Sendo assim, se o seu estoque é dividido pelos diferentes tipos de produto que você vende, o picking por zona pode ser ideal para a sua loja. 

Picking por lote

Já o picking por lote trabalha da seguinte forma: os produtos só são separados quando uma certa quantidade de pedidos é acumulada. Assim, todos os itens são separados de uma só vez, reduzindo as movimentações no estoque. 

Para pequenas empresas ou até estoques com pouca diversidade de produtos, essa separação por lotes pode ser bastante vantajosa, uma vez que otimiza o tempo e facilita o processo. Porém, o modelo também exige mais atenção, pois com tantos produtos sendo separados ao mesmo tempo, possíveis erros podem acontecer com frequência.

picking - interna

Como escolher um modelo de picking para o seu negócio? 

Agora que você já conhece os diferentes modelos de picking, uma dúvida muito comum é: como eu escolho o melhor modelo para o meu negócio?

Antes de fazer essa definição, é importante que você entenda os componentes que você tem na sua operação e que vão influenciar o seu processo de picking, como: o número de pessoas que vão trabalhar nesse processo, o volume de vendas da sua loja, o número de produtos que você tem em cada pedido e a frequência com que o processo será realizado – e como isso será conciliado com todas as outras etapas da operação. 

Com essas informações, você consegue entender e estabelecer qual modelo de picking se encaixa melhor na sua operação. 

Por que investir em um bom processo de picking? 

Sendo uma parte importante da operação logística da sua loja, o picking pode influenciar diretamente os resultados da sua loja, uma vez que, com um processo bem estruturado, sua empresa reduz custos com a área, e o consumidor recebe os produtos corretos com mais agilidade. 

Quando a separação dos pedidos das sua loja é feita de forma planejada, você otimiza o processo de envio dos seus produtos, tornando a sua operação mais produtiva e com menos chance de erros ao longo do processo. 

Além disso, você ainda economiza tempo e obtém melhores prazos de entrega, o que garante uma maior satisfação dos seus clientes. 

Como organizar o processo de picking 

Organizar o seu processo de picking pode ser mais simples do que você imagina. Primeiramente é importante que você mantenha o seu estoque bem organizado para facilitar o acesso aos produtos na hora da separação. 

Além disso, com algumas boas práticas, você otimiza e facilita o seu picking. Confira:

Atenção a entrada dos produtos no estoque 

Padronizar o recebimento de novos produtos no seu estoque, isto é, a entrada deles no seu negócio, é essencial para facilitar e agilizar a separação dos itens no processo de picking.

Desde a chegada dos itens, deixe tudo sempre registrado e mapeado para encontrar os produtos rapidamente e garantir um picking eficiente.

Foque nos produtos com maior giro de estoque 

A agilidade é fundamental quando consideramos o processo de picking, então, para facilitar o processo, deixe os produtos que saem mais sempre em destaque no seu estoque. 

Aproveite os locais com mais viabilidade e fácil acesso para os produtos com maior giro de estoque, e os itens que não são tão comprados pelos clientes podem ficar nas prateleiras menos acessadas.

Invista em um sistema para otimizar o processo 

Investir em um programa digital pode ser uma solução para otimizar o seu picking. Esses sistemas reduzem a possibilidade de falhas na operação, facilitam identificar possíveis gargalos e possibilitam que você utilize menos mão de obra no processo, reduzindo custos. 

Além disso, você garante um picking mais ágil e integrado com as demais áreas do seu negócio, aprimorando todo o seu processo de pós-venda.  

Monitore a sua operação

Já deu para entender que o picking é um processo importante da operação, não é mesmo? Mas, além de implementar essa etapa na logística do seu negócio, o ideal é que você acompanhe as atividades do picking constantemente. 

Dessa forma, você consegue identificar falhas, realizar melhorias e impulsionar o funcionamento do processo, potencializando os resultados da sua loja.

Entendeu como o processo de picking influencia na sua operação? Agora que você já sabe exatamente como esse processo funciona e como implementá-lo na sua loja, não espere mais. Garanta um processo de separação de produtos eficiente e ágil e veja como o seu negócio pode chegar mais longe!

Leia também:

Giro de estoque: o que é, como calcular e gerenciar este dado?

Como gerar QR Code para o seu negócio?

Americanas Marketplace: o que é e como vender neste canal?

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

mrp - destaque

O que é MRP e como funciona esse sistema?

Conheça o sistema MRP e descubra como ele pode otimizar os resultados da sua empresa! Você sabe o que é MRP, […]

integrador de marketplace - destaque

Integrador de marketplace: o que é e como ele te ajuda?

Utilizar um integrador de marketplace pode acelerar o cadastro de produtos e centralizar sua gestão de todos os canais O integrador […]

cross border - destaque

Cross border: o que é e como iniciar essa operação?

Entenda o que é uma operação cross border e como colocá-la em prática para internacionalizar sua marca! Você sabe o […]