Rastreabilidade de produtos: por que se atentar a isso?

por GS1 Brasil

21 de setembro de 2021

* Guest post por GS1.

A rastreabilidade de produtos ajuda a melhorar toda a cadeia de suprimentos. Veja mais sobre ela e por que garantir o rastreio de seus itens

Rastreabilidade é a capacidade de rastrear o histórico, aplicação ou localização de um objeto como, por exemplo, através dos dados contidos no EAN de um produto. 

A rastreabilidade pode ajudar a guardar informações importantes sobre a origem dos materiais e peças de um produto, além de seu histórico de processamento, distribuição e localização do item após a entrega. Ou seja, este processo deve manter o registro e todo o histórico daquele produto, desde a origem da matéria-prima, passando pelo processo produtivo até o destino final.

A projeção de crescimento do mercado de rastreabilidade no Brasil até o fim deste ano é 8,7%, o que é maior do que a estimativa de crescimento do próprio PIB no País, como aponta a análise do Monitor Deloitte. Isso trará muitos ganhos para o varejo por aqui, fortalecendo os processos de fabricação e distribuição de produtos, em cada etapa até que ele chegue ao cliente.

Onde a rastreabilidade pode ser aplicada? 

A atividade agora é considerada uma parte vital da cadeia de suprimentos, podendo ser aplicada em diversos setores.

Algumas formas de rastreabilidade já são um requisito legal em determinados setores do mundo todo. Mas, além da obrigatoriedade, cada vez mais indústrias estão desenvolvendo programas de rastreabilidade para a melhoria da eficiência de suas cadeias de suprimentos (supply chain). 

Veja alguns cenários: 

Indústria: 

Em áreas de manufatura, as empresas frequentemente precisam encontrar respostas para uma série de perguntas, como: 

  • Este carregamento contém o que foi pedido? 
  • O fluxo físico de meus produtos está otimizado? 
  • Eu teria a informação necessária se houvesse um recall?

Saúde:

Em hospitais e instalações de tratamento de pacientes, os profissionais precisam garantir que o paciente certo está recebendo o medicamento e o tratamento apropriados. 

No caso de uma prótese, por exemplo, é possível ter mais controle do processo de fabricação, corrigir desvios e avaliar desempenho. Além disso, num processo de recall, por exemplo, isso facilitaria a identificação e localização do medicamento na cadeia de suprimentos.

Alimentos: 

Os consumidores estão se questionando se o alimento que está chegando a suas mesas é seguro e se os dados na embalagem são corretos. Em lojas e restaurantes, pessoas de diversas religiões estão se questionando se os produtos alimentícios que estão comprando foram preparados de forma respeitosa às suas crenças e, nos últimos tempos, isso se tornou um requisito regulatório como forma de proteção ao bioterrorismo. 

Portanto, a rastreabilidade é essencial para identificar e localizar, por exemplo, alimentos ou medicamentos não seguros ao consumidor e removê-los do comércio, além de validar a presença ou a falta de atributos importantes para os consumidores.

rastreabilidade de produtos - interna

O que pode ocorrer se meu produto não tiver rastreamento? 

Praticamente, todos os problemas de qualidade que afetam um produto causam prejuízos em alguma parte do processo.

Caso alguma falha seja identificada no processo produtivo, é possível retomar o controle, mas, ainda assim, haverá retrabalho. O ponto de agravamento é principalmente quando o problema chega até o consumidor final, alcançando maior abrangência, e impactando a experiência que ele tem com a empresa. 

Imagine uma produção em grande escala. Se os produtos não tiverem um lote devidamente registrado, a indústria pode “perder o controle” do que e quanto foi produzido, para quem foi vendido e quanto está disponível. 

Um processo transparente constrói fidelização por parte do cliente, que pode confiar na política de qualidade da empresa e na sua competência para tratar esses problemas. Processos de rastreabilidade confiáveis e rápido na indústria evitam uma série de problemas, pois identificam, agilizam e delimitam as inconformidades que fugiram do controle industrial. Tudo isso ajuda muito na contenção do problema o mais rápido possível.

O que é um sistema de rastreabilidade confiável?

A rastreabilidade do seu produto pode ser considerada confiável quando ela satisfaz as expectativas de todas as partes interessadas, atendendo um público cada vez mais exigente e bem-informado. É quando as indústrias reconhecem o valor da rastreabilidade e priorizam um sistema que seja facilmente implementado por todos na cadeia de suprimentos. Os padrões de identificação da GS1 Brasil (GTIN, códigos de barras, entre outros), por exemplo, ajudam indústrias a melhorarem a rastreabilidade de seus produtos. São padrões utilizados no mundo inteiro e que garantem visibilidade de ponta a ponta, em toda a cadeia de suprimentos, o que faz total diferença na segurança e qualidade dos produtos para o cliente.

Leia também:

Data Driven: o que é e como implementar essa cultura no seu negócio

Como continuar a vender quando a matéria-prima acaba e os produtos começam a faltar?

Como impulsionar a venda de sortimento com o marketplace?

GS1 Brasil

A GS1 é conhecida pelo famoso código de barras, que impulsionou a economia criando uma linguagem única e global entre indústria e varejo. A GS1 está presente em 150 países, entre eles o Brasil, com uma história de mais de 35 anos.

veja ainda:

mrp - destaque

O que é MRP e como funciona esse sistema?

Conheça o sistema MRP e descubra como ele pode otimizar os resultados da sua empresa! Você sabe o que é MRP, […]

integrador de marketplace - destaque

Integrador de marketplace: o que é e como ele te ajuda?

Utilizar um integrador de marketplace pode acelerar o cadastro de produtos e centralizar sua gestão de todos os canais O integrador […]

cross border - destaque

Cross border: o que é e como iniciar essa operação?

Entenda o que é uma operação cross border e como colocá-la em prática para internacionalizar sua marca! Você sabe o […]