Sistema de gestão para e-commerce: o que é e como escolher o seu

por BSeller

27 de julho de 2022

Entenda como escolher o melhor sistema ERP para seu e-commerce

Não é segredo a complexidade em administrar todas as atividades de um e-commerce. São diversas funções e cada uma com suas peculiaridades. 

Por isso, integrar e otimizar cada uma das funções é essencial. Para auxiliar nesse desafio, um sistema de gestão empresarial (ERP) pode ser muito útil. Não só para otimizar as atividades, mas também trazer economia para o seu negócio.

Para ajudar nessa tarefa, faremos um panorama da gestão de e-commerce no Brasil e traremos dicas valiosas de como escolher um sistema de ERP que ajude a superar esses obstáculos. 

Gestão de e-commerce no Brasil

No Brasil, quase 80% das empresas não chegam aos 10 anos de vida, de acordo com o IBGE. Isso significa que poucas empresas conseguem de fato se consolidar no país. 

Para negócios online, a realidade não é diferente. Inclusive, há obstáculos ainda mais complexos. Só em 2017, o índice de tentativas de golpe em plataformas de e-commerce foi de uma transação fraudulenta a cada 33 realizadas. 

Todos esses dados nos mostram que, para ter seu próprio site de vendas no Brasil, é preciso muita persistência e organização. Por isso, administrar uma loja virtual própria requer ferramentas e métodos que facilitem a gestão. 

Neste processo, utilizar um sistema de ERP para mensurar resultados e facilitar a tomada de decisões pode ser de uma grande ajuda para superar esses desafios. 

O que é ERP?

ERP é um sistema de gestão empresarial usado para otimizar e centralizar as atividades de uma empresa. Ou seja, um sistema ERP auxilia na administração de processos das diversas áreas de um negócio.

Além disso, o ERP funciona por meio de diferentes módulos integrados, como logística, vendas, transporte, entre outros. Dessa forma, a gestão de e-commerce consegue ter acesso fácil e rápido às informações e processos de cada setor da empresa.

Sem um sistema ERP, muitas das funções que envolvem o funcionamento de um e-commerce serão realizadas manualmente. Dessa forma, serão necessários mais recursos financeiros, mão de obra e tempo. 

Por isso, investir em um sistema de gestão é essencial. Além de facilitar a gestão do seu negócio, um ERP proporciona economia de tempo e recursos. Assim, sua empresa terá mais eficiência e menos gastos. 

Como escolher um sistema de gestão para e-commerce

Existem alguns ERPs no mercado e poucos especialistas em e-commerce atualmente. Alguns voltados para micro e pequenas empresas, outros para negócios maiores.

Mas, como escolher o sistema mais adequado? Quais os critérios de escolha? Como saber qual ERP vai ser mais útil? Essas e muitas outras perguntas são comuns ao pensar em ERP.

São necessárias muitas análises para essa escolha. Mas, para facilitar essa reflexão, separamos algumas dicas para você que deseja contratar um sistema de gestão para seu e-commerce. 

1 – Encontre um ERP adequado para o seu setor

Você precisa de um ERP inicial, para uma loja pequena, ou sua operação requer uma solução mais completa em backoffice para suportar o tamanho da sua empresa e crescimento? Para que um sistema ERP possa te auxiliar da melhor maneira possível, é preciso encontrar um sistema de gestão que se encaixe com o que sua empresa precisa. 

É possível encontrar ERPs que funcionam muito bem em nichos específicos. Há sistemas que possuem ferramentas dedicadas para cada setor econômico, como serviços, logística, varejo e etc. 

Com um ERP com ferramentas adequadas para o seu setor, sua empresa terá mais efetividade nas soluções. Por isso, encontrar um sistema que atenda as necessidades do seu negócio é o primeiro passo. 

2 – Teste o funcionamento do sistema antes de contratar

Na contratação de um ERP para seu negócio, você precisa se certificar se de fato funcionará na prática. 

Portanto, para ter certeza se o software escolhido é o ideal para sua operação, é importante mapear os fluxos necessários, fazer navegações guiadas e, se possível, testar as funcionalidades para garantir a adaptação da equipe que irá operar a ferramenta.

3 – Analise o custo-benefício 

Encontrar um equilíbrio entre custo e serviço prestado é essencial. Existem ERPs completos e outros mais simples, com funções e funcionalidades diferentes.

Basear a decisão apenas pelo preço não é suficiente, afinal, não basta encontrar um sistema de valor acessível se ele não oferece todas as funcionalidades que seu e-commerce necessita. 

Para analisar tudo isso, faça uma boa lista de todas as necessidades da sua empresa e compare com as funcionalidades oferecidas pelos ERPs possíveis de contratar. Nessa lista, inclua também o que você estima que precisará nos próximos cinco anos.

Uma escolha estratégica leva em conta seu momento atual e a projeção de escala para os próximos anos. Você vai ver que a decisão fica muito mais fácil seguindo essa análise.

sistema de gestão - interna

4 – Verifique se o sistema trata de compromissos fiscais

A área fiscal é uma das grandes preocupações para os empresários brasileiros. Por isso, além de ser útil para questões internas e práticas da empresa, é importante verificar se o sistema atende às exigências tributárias. 

Além disso, certifique-se de que o sistema ERP mantém a atualização das legislações que envolvem o setor da sua empresa. Isso é importante, pois o governo brasileiro realiza modificações na legislação constantemente. 

Um bom ERP precisa dar suporte em relação aos processos fiscais e tributários também. Afinal, esse é um dos grandes desafios quando falamos da consolidação de empresas no nosso país.

5 – Saiba a hora de adotar um ERP mais completo

Se a sua operação começar a crescer, é possível que o ERP que você tenha contratado nas etapas de formação e desenvolvimento da sua loja deixe de fazer sentido. Por isso, fique atento ao quanto ele ainda te atende durante as etapas de maturidade e crescimento da sua loja.

Nessa hora pode ser que você precise apostar em um sistema de gestão com uma tecnologia exclusiva, com módulos integrados de Gestão (ERP), Atendimento (SAC), Logística (WMS) e Transporte (TMS), por exemplo. 

O ERP BSeller, por exemplo, foi desenvolvido há mais de 20 anos pela americanas s.a com foco em suportar grandes operações – como Americanas, Submarino, Shoptime, Puma, O Boticário, Estrela 10, Loja do Mecânico, entre outros – e pode ser uma opção para quem precisa de um backoffice completo. 

De qualquer forma, a dica é voltar a listar suas necessidades para encontrar o sistema que melhor atenda suas novas necessidades e te dê suporte para onde pretende chegar!

Seguindo as dicas acima, sua decisão será mais assertiva para que sua operação alcance o patamar esperado.

Gostou das dicas de como escolher o melhor sistema de ERP para seu e-commerce? Aproveite e conheça o BSeller! Preencha seus dados abaixo e receba o contato de um de nossos especialistas!

Leia também:

O que esperar de um bom ERP?

Inventário de estoque: o que é e como fazer um?

Estoque parado: como isso impacta sua operação?

BSeller

BSeller é a solução integrada de ERP e backoffice da americanas s.a. É a única tecnologia completa para backoffice de e-commerce, com módulos nativamente integrados de Gestão (ERP), Logística (WMS), Atendimento (SAC) e Transporte (TMS).

veja ainda:

multicanais - destaque

Multicanais: como manter uma estratégia de vendas integrada?

As vendas multicanais já são uma realidade do varejo. E com uma estratégia bem elaborada de integração, os lojistas podem […]

reclame aqui - destaque

Reclame Aqui: o que é e como zelar pela sua reputação no site?

Reclame Aqui é o espaço para o cliente manifestar contratempos com alguma marca. Veja como se destacar e zelar pela […]

importar da china - destaque

Como importar da China?

Importar da China já virou realidade para muitos varejistas. Veja como fazer isso garantindo segurança e boa negociação! Importar da […]