Tipos de embalagens: o que é embalagem primária e secundária?

por Americanas Marketplace

28 de novembro de 2022

Conheça os diferentes tipos de embalagens e entenda porque essa é uma questão indispensável para o seu negócio 

Considerar os diferentes tipos de embalagens para os seus produtos é essencial para garantir o armazenamento correto dos seus itens e um transporte sem avarias, principalmente quando consideramos as entregas das vendas realizadas pela internet. 

Em uma loja física, a embalagem do produto é vista pelos consumidores antes mesmo do que o próprio item. Sendo assim, muitas vezes, é ela que chama a atenção e desperta o interesse do público. E além de armazenar o produto, a embalagem apresenta o produto e a marca, trazendo todas as informações essenciais sobre o item.  

No e-commerce, além de acomodar os produtos, as embalagens têm a função de garantir que os itens cheguem nas mãos dos clientes perfeitamente, evitando estragos ao longo do trajeto de entrega. 

Embalagens e a experiência de compra 

Hoje, além da funcionalidade de proteção e transporte dos produtos, as embalagens se tornaram também uma ferramenta estratégica para alavancar as vendas. Isso porque muitas lojas já apostam em embalagens criativas e diferenciadas, que destacam a identidade e os valores da marca, e enriquecem a experiência de compra do público. 

Nos últimos anos, o unboxing, que nada mais é do que o momento de tirar o produto da embalagem, ganhou força entre os consumidores, que passaram a compartilhar esse acontecimento nas redes sociais e chamar a atenção do público. 

Isso porque esse momento de abertura da embalagem se tornou uma experiência, principalmente quando consideramos o comércio eletrônico, onde o unboxing também acaba sendo também o primeiro contato que o cliente tem com os produtos. 

Os diferentes tipos de embalagens

Já deu para entender um pouco da relevância das embalagens para as vendas, não é mesmo? Uma embalagem bem feita garante que os seus produtos estão bem armazenados tanto no estoque quanto durante o transporte, e ainda oferece uma experiência de compra única aos seus consumidores. 

E, claro, antes de escolher as suas embalagens, é muito importante que você considere todos os aspectos dos seus produtos, por exemplo, o material, tamanho, formato, peso, entre outros detalhes que podem impactar na escolha do melhor tipo de embalagem para o item. 

Hoje, os diferentes tipos de embalagem levam em conta todas essas particularidades. Confira:

Tipos de embalagem de acordo com a função

Embalagem primária: é a embalagem que está em contato direto com o produto, protegendo-o e garantindo que ele se mantenha em boas condições – mantendo o produto dentro do prazo de validade, por exemplo. Embalagens primárias podem vir de diferentes formas, como uma lata (de refrigerante), um plástico (de um produto para o cabelo) ou um vidro (de perfume)

Embalagem secundária: é aquela usada para envolver e proteger a embalagem primária. Assim, a secundária, além de ter uma função de proteção, ela também facilita a armazenagem, a comercialização e o transporte dos produtos, e ainda é utilizada para chamar a atenção dos consumidores, uma vez que, eles têm contato direto com ela. Um exemplo de embalagem secundária é a caixa que envolve um produto de vidro.

Embalagem terciária: é aquela embalagem que vai armazenar uma grande quantidade de embalagens secundárias, facilitando o transporte e o armazenamento dos produtos, e servindo também como uma barreira protetora das embalagens secundárias. Sendo assim, as embalagens terciária são aquelas caixas de papelão, madeira ou outros materiais que vão guardar as embalagens secundárias e, às vezes, vem caracterizadas com logos ou informações das marcas. 

Embalagem quaternária: essa embalagem foca na logística e no deslocamento de grandes quantidades de embalagens terciárias. Ou seja, uma embalagem quaternária pode ser um palete capaz de suportar e transportar diversas caixas cheias de produtos. 

Quinto nível: essa embalagem é mais específica é usada em casos em que é necessário transportar grandes remessas de embalagens quaternárias e/ou terciárias por longas distâncias. Assim, um exemplo de embalagem de quinto nível é o contêiner, muito utilizado para o transporte de produtos. 

Tipos de embalagem de acordo com o material 

Como vimos anteriormente, as embalagens podem vir em diferentes formas e materiais. Conheça alguns exemplos e entenda a funcionalidade de cada uma delas. 

1. Embalagem de papelão

As embalagens de papelão são as mais utilizadas no mercado, e um dos principais motivos é a versatilidade do material. O papel é leve, pode se adaptar a diferentes formatos, é fácil de armazenar e ainda pode ser reciclado. 

Mas, é importante ter atenção ao optar pelas embalagens de papelão. Apesar de todos os benefícios, o papelão não é capaz de sustentar produtos muito pesados e possui uma baixa resistência à umidade. Sendo assim, ele pode não ser o ideal para o transporte de alguns produtos. 

2. Embalagem de madeira

Apesar das embalagens de papelão serem comumente utilizadas atualmente, a madeira foi um dos primeiros materiais utilizados com essa função de embalar produtos.

Hoje, as embalagens de madeira são mais utilizadas no transporte de grandes quantidades de produtos, tanto quando consideramos caixas de madeira quanto paletes, que são os preferidos para realizar o transporte de diversos produtos ao mesmo tempo. Além disso, as caixas de madeira também são bastante utilizadas para o transporte de alimentos, como frutas e legumes. 

tipos de embalagens - interna

3. Embalagem de vidro

Os vidros são os favoritos para armazenar produtos mais líquidos ou até mais úmidos, e além de cumprir essa função, é um material que traz uma elegância a mais para os itens. Porém, trabalhar com embalagens de vidro pede um cuidado maior em todos os momentos –  da armazenagem ao descolamento e envio de produtos –, pois é um material bastante frágil. 

4. Embalagem de plástico

A adaptabilidade do plástico é o que tornou esse material tão utilizado na fabricação de embalagens. O plástico é flexível e pode ser transformado em sacos, caixas, tubos, frascos, dos mais diversos formatos e tamanhos. 

Assim, o plástico se torna uma opção que atende grande parte dos produtos, porém, é preciso ter cuidado, pois ele também pode alterar alguns produtos, como alimentos, por exemplo. 

5. Embalagem de alumínio

O alumínio é recomendado para o armazenamento de produtos que preferencialmente não devem ser expostos à luz, umidade e até odor. Além de ser indicado para auxiliar e até facilitar o resfriamento e aquecimento de produtos. 

Sendo assim, as embalagens de alumínio são facilmente encontradas nas gôndolas dos supermercados, sendo muito utilizadas para conservar bebidas e alimentos. 

6. Embalagem de isopor

O isopor tem a capacidade de conservar a temperatura dos produtos que armazena. Por isso, as embalagens de isopor passaram a ser utilizadas no transporte de alimentos frescos e até em serviços de delivery, ajudando a manter a temperatura dos produtos durante o transporte.  

7. Embalagem Tetra Pak

Um outro material muito utilizado na indústria de alimentos é o Tetra Pak. Essa embalagem é usada principalmente para a conservação de laticínios e bebidas e é composta por três materiais em sua composição: o papel-cartão, que dá estabilidade e resistência para embalagem, além de levar as informações principais do produto, o polietileno, que protege o papel contra a umidade, e a folha de alumínio, que tem o papel de preservar e conservar o produto. 

O que considerar ao definir um tipo de embalagem para os seus produtos?

Agora que você já sabe tudo sobre os diferentes materiais e tipos de embalagens, chegou a hora de definir aquela que melhor atende às necessidades dos seus produtos e da sua loja. 

O primeiro passo é entender as características dos seus produtos, como peso, formato, material, fragilidade, se é perecível ou não, entre outros aspectos. Assim, você deve considerar embalagens primárias e secundárias que garantem a conservação do produto e uma armazenagem e transporte adequados. 

Se você vende em uma loja física, considere como você irá expor esses produtos na sua vitrine para encantar o cliente. Já se você possui uma loja online, pense em embalagens de boa qualidade para transportar os itens com segurança e garantir uma boa experiência para o consumidor.  

E aí, já sabe quais são os melhores tipos de embalagens para os seus produtos? Aprimore seus envios e boas vendas! 

Leia também:

O que é packing e como você pode melhorar o processo

O que é picking e qual a sua importância?

O que é marketplace e como ele facilita a venda online

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

mrp - destaque

O que é MRP e como funciona esse sistema?

Conheça o sistema MRP e descubra como ele pode otimizar os resultados da sua empresa! Você sabe o que é MRP, […]

integrador de marketplace - destaque

Integrador de marketplace: o que é e como ele te ajuda?

Utilizar um integrador de marketplace pode acelerar o cadastro de produtos e centralizar sua gestão de todos os canais O integrador […]

cross border - destaque

Cross border: o que é e como iniciar essa operação?

Entenda o que é uma operação cross border e como colocá-la em prática para internacionalizar sua marca! Você sabe o […]