11 dicas para vender suplementos

por Americanas Marketplace

26 de maio de 2022

Descubra as principais dicas e as melhores práticas para vender suplementos na internet 

Vender suplementos online pode ser uma grande oportunidade para você que quer começar a empreender ou já trabalha na área e quer diversificar os seus canais de venda. 

Os brasileiros sempre se preocuparam bastante com a saúde e, com a pandemia e o isolamento social, essa questão ganhou um foco ainda maior. 

De acordo com as pesquisas mais recentes sobre os hábitos de consumo de suplementos alimentares no Brasil em outubro de 2023, conduzida pela ABIAD, aproximadamente 59% das famílias brasileiras incluem pelo menos uma pessoa que consome suplementos alimentares em sua dieta. 

Entendeu o tamanho da oportunidade para quem deseja vender suplementos na internet? 

Por que vender suplementos online? 

O comércio eletrônico no Brasil tem testemunhado um aumento significativo de consumidores engajados, impulsionando positivamente os negócios que optam por esse canal de vendas. 

De acordo com uma pesquisa recente da McKinsey, divulgada em julho de 2023, sobre o consumidor brasileiro, as tendências de comportamento de consumo para 2024 revelam um cenário de otimismo em relação ao futuro, mas com uma postura cautelosa no presente. Esta mudança, oferece oportunidades e desafios para os pequenos empreendedores se destacarem. 

Esse dado reflete uma mudança notável nos hábitos de consumo, evidenciando uma crescente confiança e preferência dos consumidores por realizar compras desse segmento através da internet. 

Tudo sobre vender suplementos online

As vitaminas, proteínas e minerais lideram os grupos de produtos consumidos nesse segmento. A pesquisa da ABIAD apresentada no início desse artigo, também mostra que a busca por esses produtos na internet aumentou, uma vez que, 68% dos participantes afirmaram que procuram informações com frequência pela internet. 

1 – Conheça o mercado de suplementos 

As vitaminas, proteínas e minerais lideram os grupos de produtos consumidos nesse segmento. A pesquisa da ABIAD apresentada no início desse artigo, também mostra que a busca por esses produtos na internet aumentou, uma vez que, 68% dos participantes afirmaram que procuram informações com frequência pela internet. 

2 – Tendências de mercado 2024 

Além dos suplementos tradicionais, como proteínas e vitaminas, estão surgindo tendências emergentes no mercado, como suplementos para saúde intestinal, produtos à base de CBD (canabidiol), suplementos veganos e produtos personalizados, adaptados às necessidades individuais dos consumidores. 

Segundo as últimas notícias, acredita-se que a imunidade é um novo assunto em evidência, a pandemia ainda reverbera e o foco está na saúde imunológica. 

Outras pesquisas destacam que o microbioma intestinal também é assunto em alta, um intestino saudável é fundamental para fortalecer o sistema imunológico e tratar questões metabólicas específicas, como controle de peso e bem-estar emocional. 

A camomila e o magnésio também estão ganhando espaço: o magnésio desempenha um papel crucial em diversas funções corporais, incluindo a saúde do coração, relaxamento muscular e bem-estar mental. Ao combinar magnésio com vitamina D e triptofano se cria um produto destinado a aliviar os sintomas da TPM. 

Já a camomila é reconhecida por suas propriedades calmantes e relaxantes. Incorporar suplementos de camomila, seja na forma de chá ou cápsulas, pode ser uma excelente oportunidade para ajudar a reduzir o estresse e promover um sono de qualidade. Com o mundo contemporâneo marcado por altos níveis de estresse e suas variadas ramificações de doenças, a demanda por esses elementos tem crescido significativamente. 

3 – Defina os produtos da sua loja 

Um sortimento bem diversificado pode aumentar as suas chances de conquistar mais clientes ao longo da jornada de compra. Por isso, antes de vender suplementos online, é preciso determinar exatamente quais produtos farão parte do seu estoque. 

O mercado de suplementos possui diferentes produtos e marcas, e cabe a você definir onde você quer investir. Você pode trabalhar com uma determinada categoria, como vitaminas ou proteínas, ou então apostar em determinadas marcas. 

Além disso, busque sempre trabalhar com suplementos autorizados pela ANVISA e pelo Ministério da Saúde. Isso trará mais confiança e segurança para os seus consumidores e para o seu negócio. Com os seus produtos escolhidos, comece a fazer algumas pesquisas de mercado e analisar o seu público-alvo para entender as dores e necessidades deles ao comprar suplementos online. 

Assim, você conseguirá criar uma estratégia de atuação mais assertiva. Agora, se você já vende suplementos e possui um mix de produtos definido, você pode usar a Curva ABC para encontrar os seus produtos mais lucrativos e mais vendidos e começar a cadastrá-los na sua loja online. 

Os suplementos alimentares, que promovem nutrição, desempenho físico e saúde, são produtos disponíveis tanto em versões naturais quanto sintéticas, abrangendo categorias como proteínas, carboidratos, vitaminas, minerais e aminoácidos, entre outros. 

O mercado de suplementos alimentares tem visto um crescimento notável, impulsionado pela busca crescente por hábitos de vida saudáveis e pela popularização do estilo fitness. Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais (ABENUTRI), o setor registrou um faturamento de aproximadamente R$ 2,5 bilhões em 2023, com projeções de crescimento anual de 9% até 2025. 

Iniciar uma loja virtual de suplementos pode representar uma oportunidade de negócio promissora para empreendedores interessados no comércio eletrônico. Conheça agora os suplementos mais vendidos no mercado hoje. 

4 – Suplementos mais vendidos no Brasil 

Os suplementos mais vendidos no mercado podem variar dependendo da região e das tendências atuais, mas ainda assim há ênfase nas vendas nesses a seguir: 

  • Proteína em pó (whey protein, caseína) 
  • Creatina 
  • BCAA (aminoácidos de cadeia ramificada) 
  • Multivitamínicos 
  • Ômega-3 (óleo de peixe) 

É importante lembrar que a escolha do suplemento ideal deve ser feita com base nas necessidades individuais de cada pessoa e sempre com acompanhamento profissional. 

5 – Escolha o seu canal de vendas 

Você pode vender suplementos em diferentes canais online. Então, antes de começar a sua atuação na internet, analise as opções e escolha o modelo que atende melhor às necessidades da sua loja de suplementos. 

Ter um e-commerce próprio, por exemplo, pode ser uma boa opção se você quer ter um espaço exclusivamente seu. Porém, o modelo exige alguns gastos como: contratação da plataforma, meios de pagamento (as comissões podem variar bastante para a oferta de pagamento parcelado para seu cliente), o investimento na hospedagem do site, a contratação dos serviços de segurança, marketing, entre outros. Ou seja, no final, essa opção pode sair cara. 

Se você tem poucos recursos para começar, o marketplace é a opção ideal para você! As plataformas de marketplace funcionam como grandes shopping centers virtuais, onde lojistas de todos os tamanhos, segmentos e experiências podem anunciar seus produtos. 

O marketplace é conhecido por ser uma opção mais em conta pois eles não cobram nenhum tipo de mensalidade ou investimento inicial. O lojista que anuncia nessa plataforma paga apenas uma comissão sobre as vendas que acontecem ali, ou seja, só paga quando vende. 

Além disso, quem vende nos marketplaces também conta com diversas soluções para impulsionar as vendas, como logística, entrega, crédito e publicidade. No marketplace da Americanas – plataforma que permite que os lojistas vendam nos sites da Americanas – os parceiros ainda têm acesso a uma área de capacitação exclusiva com vários treinamentos e materiais que auxiliam toda a sua jornada de venda online. 

Cadastre-se e comece a vender na Americanas

vender suplementos - interna

6 – Crie anúncios vendedores 

Vender suplementos online exige alguns cuidados, principalmente na hora de cadastrar os seus itens em uma plataforma de vendas. Como falamos anteriormente, ao comprar online, os clientes não têm contato com os produtos como em uma loja física e dependem apenas das informações fornecidas pelo seu anúncio para tomar uma decisão. 

Por isso, ao criar as descrições e ficha técnica dos seus itens, busque fornecer o máximo de detalhes e informações, evitando possíveis dúvidas na hora da compra. Dados da composição, ingredientes, modo de uso, marca e sabor não podem ficar de fora. 

As imagens ilustram o seu anúncio e fazem com que o cliente tenha um contato mais visual com o produto. Como estamos falando sobre vender suplementos, as fotos com fundo branco são as mais utilizadas. Elas profissionalizam o seu anúncio e mostram claramente o produto. Todas essas informações vão favorecer a sua oferta e facilitar o entendimento e escolha dos clientes, agilizando a decisão de compra e prevenindo possíveis casos de arrependimento de compra. 

7 – Tenha diferenciais competitivos 

Os processos de compra e venda online são bem diferentes do comércio físico e isso acontece porque outros fatores influenciam a experiência e a decisão de compra dos consumidores, como o valor do frete e o prazo de entrega. 

A conveniência e a praticidade do e-commerce conquistaram os brasileiros, que agora querem comprar os produtos no conforto de suas casas e recebê-los o mais rápido possível sem pagar a mais por isso. 

Preço do frete e prazo

Segundo o Market Review: Tendência do E-commerce para 2022, da Bornlogic e Opinion Box, 94% dos consumidores já deixaram de comprar algo online por conta do valor do frete, enquanto 78% já desistiram pelo longo prazo de entrega. 

Então, ao vender suplementos online, procure diferenciar a sua loja da concorrência oferecendo um prazo de entrega mais rápido ou até um frete mais competitivo, que são pontos muito relevantes para os consumidores. 

Muitos consumidores dessa categoria têm o costume de buscar ou comprar os produtos quando eles estão em falta na sua casa, por isso, dão preferência às lojas que oferecem o melhor prazo. Para atender essa demanda, invista em uma boa operação logística para realizar os envios da sua loja de suplementos de forma eficiente e ágil. 

Meios de pagamento

A diversidade dos meios de pagamento é outro diferencial do e-commerce que motiva muitos consumidores a optar pelo online. Oferecer formas variadas de pagamento, como PIX, boleto bancário ou até algumas opções de carteiras digitais pode ser uma saída para conquistar ainda mais clientes e não perder nenhuma venda. Se você optar pelo marketplace, basta você utilizar as soluções de entrega e contar com meios de pagamento e parcelamento que o canal já oferece, de forma nativa, para os parceiros e clientes. 

Procure sua forma de se destacar

Então, ao vender suplementos online, procure diferenciar a sua loja da concorrência oferecendo um prazo de entrega mais rápido, por exemplo, ou até um frete mais competitivo, que são pontos muito relevantes para os consumidores. 

Utilizar tecnologias como rastreamento de pedidos e comunicação proativa com os clientes pode ajudar a proporcionar uma experiência de compra mais satisfatória. O importante é encontrar a forma certa de se posicionar para seu cliente!

8 – Mantenha-se atualizado nos números do mercado 

O mercado de suplementos é dinâmico e em constante mudança, com novos produtos e tendências surgindo regularmente. Para se destacar nesse cenário competitivo, é fundamental manter-se atualizado com as últimas tendências, novidades e pesquisas relacionadas a suplementos. Isso inclui estar atento às mudanças nas preferências dos consumidores, acompanhar o lançamento de novas formulações e ingredientes, e adaptar constantemente sua oferta de produtos e estratégias de marketing para atender às demandas do mercado em constante evolução. Ao se manter atualizado e flexível, os vendedores de suplementos podem garantir que estejam oferecendo produtos relevantes e atrativos, além de se posicionarem como líderes no setor. 

Segundo a revista Exame, o segundo produto mais vendido na Black Friday de 2023 foram suplementos (24%), perdendo apenas para o setor de ar e ventilação com 65% das vendas. 

9 – Integre os seus canais de venda 

A 45ª edição do Webshoppers analisou os hábitos de compra dos brasileiros dentro da categoria de Esporte e Lazer, que também envolve a venda de suplementos, em 2021 e identificou como os clientes chegam até as lojas online. 

Entre todos os meios, os sites de busca (21%), as redes sociais (20%) e a pesquisa pelo nome da marca ou loja (17%) foram os que mais se destacaram entre os brasileiros. 

Esses resultados destacam a importância do lojista estar posicionado em diferentes canais online para ganhar mais visibilidade e alcançar ainda mais clientes. A ABIAD também mostrou em sua pesquisa de mercado que 96% dos consumidores do nicho de suplementos estão presentes nas mídias sociais. 

Esses canais são ótimos para vender e ter uma interação ainda mais próxima com o público, embora possam gerar desconfiança no cliente mais exigente sobre a qualidade dos produtos. Por isso, você pode criar anúncios ali ou contar com aqueles feitos pelos marketplaces, mas direcionar o fechamento da compra para sua loja. Além disso, se você já tem uma loja física de suplementos e está começando suas vendas online, você pode integrar as duas operações – on e offline – e criar uma estratégia omnichannel. 

Essa integração pode ser muito vantajosa para os consumidores, pois muitas vezes eles procuram pelos produtos em um lugar e finalizam a compra em outro. Segundo o Market Review, 74% dos consumidores já pesquisaram online e compraram na loja física e 84% dos consumidores já pesquisaram na loja física e deixaram para comprar os produtos online. 

Além de trazer essas diferentes oportunidades de compra, essa estratégia ainda é capaz de reduzir os seus custos operacionais e logísticos, já que o cliente tem a opção de fazer as ações diretamente no estabelecimento ao invés de receber o produto em casa. 

10 – Crie campanhas e promoções 

Ao vender suplementos online, lembre-se de separar uma parte do seu orçamento para investir em promoções, anúncios e estratégias de marketing para impulsionar a visibilidade e o alcance dos seus produtos. Assim, você se destaca da concorrência e aumenta suas chances de conversão, a seguir vão algumas dicas para otimizar esse processo. 

Como melhorar suas ações de marketing: 
  • Defina os objetivos e metas do marketing digital: determine o que você deseja alcançar com suas estratégias digitais e identifique os indicadores que serão usados para avaliar o desempenho. 
  • Conheça o público-alvo: identifique quem são seus clientes ideais, compreendendo suas características, necessidades, desejos, problemas e dores. 
  • Criar uma persona: desenvolva um perfil detalhado do seu cliente típico, incluindo nome, idade, gênero, profissão, estilo de vida, hobbies, valores, interesses e hábitos de consumo. 
  • Escolha os canais de comunicação: selecione os meios mais apropriados para se conectar com seu público-alvo, considerando o nicho de mercado, produto oferecido e características da persona. 
  • Produza conteúdo relevante: determine os temas, formatos, estilos e linguagens para criar conteúdo valioso, educativo, informativo, inspirador ou divertido para sua audiência. 
O que considerar?

O Market Review, realizado pela Bornlogic em parceria com a Opinion Box, identificou algumas motivações que levam os consumidores a optarem por fazer suas compras online e muitas delas estão diretamente relacionadas aos valores dos produtos. 

Os preços mais baixos do que nas lojas físicas (61%), as promoções encontradas apenas na internet (58%), a facilidade para comparar preços (44%) e as promoções sazonais (24%) foram alguns dos motivos destacados pelos brasileiros. Uma outra pesquisa recente conduzida pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) revelou que os consumidores de idade avançada não mais consideram a internet um território desconhecido. 

De acordo com o estudo, 81% dos brasileiros com mais de 60 anos realizam compras online regularmente. A antiga barreira tecnológica que limitava a participação desse público nos e-commerces tem sido gradativamente superada, em parte devido ao surgimento de aplicativos e sites mais acessíveis e intuitivos. Paralelamente, essa transição ressaltou as deficiências do varejo físico, evidenciadas pela dificuldade de acesso às lojas, filas nos caixas, corredores estreitos e obstáculos, além da falta de espaços para descanso. A conveniência oferecida pela internet emergiu como um atrativo significativo para esse segmento de consumidores. 

Entre os motivos que impulsionaram essa migração para o ambiente digital, destacam-se a capacidade de efetuar compras a qualquer momento (apontada por 67% dos entrevistados), a comodidade de adquirir produtos sem sair de casa (66%) e a facilidade em encontrar itens desejados (56%). A comodidade, no entanto, fica em segundo plano em relação ao fator preço, considerado a maior vantagem da internet por 71% dos consumidores acima de 60 anos. 

Sendo assim, para impulsionar os seus resultados e vender suplementos, invista em campanhas e promoções, principalmente em datas comemorativas, como Black Friday ou Dia do Consumidor. Assim, você atrai ainda mais clientes e incentiva a compra dos seus itens. Só tenha sempre o cuidado de fazer isso respeitando as suas margens mínimas para preservar a saúde do negócio. 

11 – Invista em um pós-venda diferenciado 

Quando um cliente confirma uma compra online, chega o momento mais importante da venda para o lojista: o pós-venda! Isso envolve todos os processos que acontecem assim que a compra é confirmada até o produto ser entregue nas mãos do cliente. Aliás, o momento da entrega é também o primeiro contato do cliente com o produto e, por isso, esse processo merece tanto cuidado. 

Afinal, você quer que o produto seja entregue em perfeitas condições. A logística é um aspecto fundamental do negócio de venda de suplementos, pois afeta diretamente a experiência do cliente e a eficiência operacional. Garanta uma cadeia de suprimentos eficiente, com processos de armazenamento, embalagem e envio bem-organizados e rápidos. 

Ofereça opções de entrega flexíveis e confiáveis para atender às necessidades dos clientes, garantindo que os produtos cheguem aos seus destinos no prazo e nas condições esperadas. Por isso, o cuidado com as embalagens é primordial, principalmente se o pedido contiver itens quebráveis ou líquidos, que podem vazar. 

Além disso, é importante estar sempre preparado caso o seu cliente precise de algum atendimento após a entrega, seja para tirar dúvidas sobre o produto, ter algum auxílio na utilização ou até mesmo um caso de devolução com logística reversa. 

De acordo com a Ebit | Nielsen, 92% dos consumidores que realizam troca ou devolução de produtos, voltam a comprar na loja, caso tenham uma boa experiência no processo. Entendeu a importância do pós-venda para o desenvolvimento do seu negócio? É o momento ideal para criar uma reputação positiva para a sua marca e fidelizar os seus clientes! 

Preparado para vender suplementos online? Anote todas as dicas e comece o seu negócio. E, claro, se optar por iniciar as vendas nos marketplaces, basta se cadastrar e contar com a Americanas para te ajudar em cada etapa! Boas vendas! 

Leia também:

O que é marketplace e como ele facilita a venda online

Americanas Marketplace: o que é e como vender neste canal?

Digital commerce: o que é?

Americanas Marketplace

Somos a plataforma para você vender seus produtos nas principais lojas virtuais do país: Americanas, Submarino, Shoptime e Americanas Empresas. Aqui seu negócio vai mais longe!

veja ainda:

contrato de compra e venda - destaque

Contrato de compra e venda: como funciona e quais as garantias?

Conheça o contrato de compra e venda e saiba quando e como usá-lo em suas negociações O contrato de compra e […]

esg - destaque

O que é ESG? Entenda a importância e como adotar

Adotar práticas ESG não é apenas uma tendência corporativa, mas uma necessidade urgente para empresas que buscam sustentabilidade e responsabilidade […]

recrutamento - destaque

Recrutamento: quais os tipos mais comuns e como fazer?

O recrutamento e seleção de novos funcionários é uma etapa que todo empreendedor vivencia ou irá vivenciar. Mas é preciso […]